Steam chega a Chromebooks com CPUs AMD Ryzen em fase beta

Após quase 8 meses de testes em uma lista bastante limitada de Chromebooks, a Steam para ChromeOS acaba de entrar em fase beta, recebendo não apenas melhorias importantes de performance em 50 games, como ainda passando a ser compatível com um número maior de máquinas, incluindo alguns dos modelos munidos de chips da linha AMD Ryzen 5000C — a plataforma estava até então limitada a dispositivos com CPUs Intel.

Segundo a página oficial do Chromium OS, a versão de código aberto do sistema do Google, a Steam chegou à sua versão Beta (menos propensa a erros e suportando um maior número de games) com o lançamento da versão 108.0.5359.24 do ChromeOS. No entanto, é importante destacar que apenas os canais Dev e Beta têm acesso à novidade — o Canal Stable (estável) ainda terá de esperar por tempo indeterminado.

Outra boa notícia é que a lista de requisitos mínimos caiu, praticamente triplicando a quantidade de Chromebooks que têm acesso à plataforma de games da Valve. Agora, dispositivos com um Intel Core i3 de 11ª geração ou superior, e ao menos 8 GB de RAM, também poderão desfrutar dos jogos. Dito isso, no comunicado, o gerente de produtos do Google, Zach Alcorn, ainda recomenda ao menos um Core i5 e 16 GB, especialmente considerando que alguns títulos só rodarão com essa quantidade de memória.

Um dos primeiros "Chromebooks gamer" do mercado, o ASUS Chromebook Vibe CX55 Flip está entre as máquinas compatíveis com a beta da Steam (Imagem: ASUS)
Um dos primeiros "Chromebooks gamer" do mercado, o ASUS Chromebook Vibe CX55 Flip está entre as máquinas compatíveis com a beta da Steam (Imagem: ASUS)

O processo para acessar a Steam é trabalhoso, mas não apresenta grandes dificuldades, e começa pela mudança do canal de atualizações do sistema para o Canal Beta — vale o aviso de que esse canal é relativamente estável, estando próximo do Stable, mas ainda pode apresentar alguns problemas. Além disso, caso deseje voltar para o Canal Stable, será preciso resetar a máquina usando a função PowerWash, levando à perda dos seus dados.

Para realizar a troca, é preciso seguir o caminho Configurações > Sobre o ChromeOS > Mais detalhes > Mudar de canal, selecionar o Canal Beta e então confirmar a mudança ao clicar em "Mudar de canal". Com a atualização feita, abra o Chrome, acesse o link chrome://flags, pesquise pela flag #borealis-enabled, ative-a e reinicie. Em seguida, abra o launcher do ChromeOS, pesquise por "Steam", selecione o primeiro resultado da busca, siga os passos da instalação e logue com uma conta Steam para jogar.

A lista oficial de jogos oficialmente compatíveis com a Steam no ChromeOS inclui 50 títulos, com destaque para nomes como Age of Empires II: Definitive Edition, Celeste, Cult of the Lamb, Cuphead, Dark Souls: Remastered, Dead Cells, Dishonored, DOOM (2016), Half-Life 2, Left 4 Dead 2, Portal 2, Tomb Raider e Wolfenstein: The New Order. Para alguns desses games, o Google possui recomendações para aprimorar o desempenho, que podem ser conferidas no site oficial do Chromium, onde também está a lista de Chromebooks compatíveis.

O recém-lançado Cult of the Lamb está entre os games oficialmente compatíveis com a beta da Steam no ChromeOS (Imagem: Divulgação/Devolver Digital)
O recém-lançado Cult of the Lamb está entre os games oficialmente compatíveis com a beta da Steam no ChromeOS (Imagem: Divulgação/Devolver Digital)

Fecha as principais novidades da fase Beta da Steam o suporte a processadores AMD Ryzen 5000C, baseados na mesma microarquitetura Zen 3 presente nas família Ryzen 5000U e 5000H para ultrabooks e notebooks gamer Windows. Em comunicado próprio, a AMD enfatiza a certificação de aparelhos com os modelos Ryzen 5 5625C e Ryzen 7 5825C, acompanhados de 8 GB de RAM, ainda que dispositivos com Ryzen 3 5125C e 5425C também sejam contemplados.

No entanto, donos de máquinas como o Acer Chromebook Spin 514, que possui diferentes versões embarcadas com toda a linha Ryzen 5000C, precisam encarar um obstáculo extra: apenas o Canal Dev tem acesso à plataforma de games nos laptops com AMD.

Steam para modelos Ryzen é limitada ao Canal Dev

Não está claro o motivo pelo qual a Steam para ChromeOS em Chromebooks com AMD Ryzen está limitada ao Canal Dev, mas é provável que isso esteja relacionado com a ausência de testes públicos do recurso — a fase Alfa estabelecida em março atendia apenas modelos com chips Intel. Com isso em mente, é preciso redobrar a cautela: o Canal Dev é bastante instável, por utilizar código ainda em desenvolvimento, e não é recomendado para uso em dispositivos de trabalho, estudo ou de uso diário de grande importância.

O acesso neste caso é mais técnico, mas também não deve apresentar grandes dificuldades, e começa pela troca do Canal Stable para o Dev. O procedimento é o mesmo feito na troca para o Canal Beta mas, obviamente, no momento da mudança, é preciso selecionar o Canal Dev. Após a atualização, abra o Chrome, acesse o link chrome://flags e, além da flag #borealis-enabled, ative também a #exo-pointer-lock, e então reinicie.

O Acer Chromebook Spin 514 é um dos Chromebooks com processadores AMD Ryzen 5000C a serem certificados pelo Google como compatíveis com a Steam (Imagem: AMD)
O Acer Chromebook Spin 514 é um dos Chromebooks com processadores AMD Ryzen 5000C a serem certificados pelo Google como compatíveis com a Steam (Imagem: AMD)

Em seguida, abra o terminal Crosh pressionando o atalho Ctrl + Alt + T, digite insert_coin e aperte Enter. A instalação da Steam deve ser iniciada, bastando seguir os passos solicitados. Após a conclusão, logue com uma conta Steam e comece a jogar. Apesar dos riscos, há alguns pontos positivos, incluindo a lista de games compatíveis, que é a mesma de Chromebooks com processadores Intel.

Fora isso, a AMD promete um desempenho bastante respeitável durante o gameplay, com a maioria dos games rodando a 60 FPS ou mais. A gigante recomenda ainda alguns títulos específicos, entre eles Portal 2, Hades, Age of Empires II: Definitive Edition, World of Tanks Blitz, The Elder Scrolls V: Skyrim Special Edition e Grim Dawn.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: