Mercado abrirá em 8 h 38 min
  • BOVESPA

    101.016,96
    -242,79 (-0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.245,86
    -461,86 (-1,19%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,68
    +0,12 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.911,10
    +5,40 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    13.117,91
    +9,12 (+0,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,31
    -2,10 (-0,80%)
     
  • S&P500

    3.400,97
    -64,42 (-1,86%)
     
  • DOW JONES

    27.685,38
    -650,19 (-2,29%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.617,20
    -301,58 (-1,21%)
     
  • NIKKEI

    23.428,70
    -65,64 (-0,28%)
     
  • NASDAQ

    11.495,75
    +3,50 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6448
    +0,0043 (+0,06%)
     

Startup usa inteligência artificial para criar anúncios publicitários

Matheus Mans
·3 minutos de leitura
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

O processo de desenvolvimento e produção de uma peça publicitária exige esforço, dinheiro e grandes equipes. De olho nisso, a startup Chiligum Creatives busca automatizar a criatividade desse setor, inserindo tecnologia de ponta para facilitar a produção de anúncios.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

E o funcionamento do sistema da startup é simples: a empresa interessada em peças publicitárias contrata os serviços da Chiligum e envia um arquivo com toda a identidade visual da empresa. A partir disso, a startup se vale desse conteúdo e do acervo de produtos e serviços oferecidos para criar vídeos, imagens, stories, dentre outros.

Leia também

O processo é chamado por eles de “produção de arquivos de massa”. São conteúdos diversos, com possibilidade de foco em diversos tipos de público, pra diferentes redes sociais e formatos de veiculação.

A companhia se vale uma inteligência artificial própria que faz a união dessas duas pontas, conteúdo e identidade visual, em peças publicitárias que façam sentido. Além disso, prometendo uma redução de 80% do valor que seria gasto com empresas tradicionais e com uma agilidade 20 vezes maior.

Deborah Folloni, CEO da Chiligum Creatives (Foto: J.Mantovani/Divulgação)
Deborah Folloni, CEO da Chiligum Creatives (Foto: J.Mantovani/Divulgação)

“A Chiligum começou como uma produtora e pivotamos para tecnologia”, explica Deborah Folloni, CEO da Chiligum Creatives. “É uma solução de automação criativa e nossa proposta é pegar todas as tarefas das equipes de criação e de replicação e automatizar esse processo. Assim, empoderarmos equipes para fazerem o que fazem de melhor: criar, porque nenhuma máquina é capaz de fazer isso melhor que o ser humano.”

A empresa já produziu mais de 6 milhões de arquivos publicitários. Hoje, são 28 clientes fixos, como Magazine Luiza e iFood. Em 2020, devem crescer entre 130% a 150% em relação a 2019 — em funcionários, saltaram de 10 para 28 colaboradores.

Personalização de campanhas

Um dos grande diferenciais da Chiligum Creatives está justamente na capacidade de personalização. Afinal, conseguindo produzir em grandes quantidades e de maneira ágil, a startup pode criar anúncios publicitários bem direcionados com foco em públicos específicos.

Se o usuário do Instagram é vegetariano, por exemplo, o iFood pode programar um anúncio de saladas. Se alguém gosta de hambúrgueres, oferecer pratos do tipo. O app de delivery conseguiu reduzir em 70% o custo gasto por pedido em anúncios com conteúdo mais certeiro.

No entanto, Deborah Folloni destaca que ainda existem desafios a serem vencidos. “Como todo negócio inovador, é muito difícil pregar a cultura que criamos. Como saber o que o cliente prefere pagar, uma vez que ele está acostumado de um jeito e agora você faz de um modo diferente. O mais difícil é isso, implantar uma cultura nova contra uma cultura antiga há dezenas de anos no mercado”, diz.

Para os próximos anos, Folloni, de apenas 27 anos, pensa num crescimento exponencial para sua empresa. “Entre três e cinco anos, imagino que a Chiligum seja a produção padrão de peças publicitárias. Quero que o método de produção padrão seja nosso método de automação criativa”, conclui a empreendedora.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube