Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.149,43
    -296,40 (-0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Startup Uffa aposta na gamificação da solução de problemas financeiros

·2 min de leitura

O percentual de famílias endividadas no Brasil chegou a 71,4% em julho, o maior da série histórica segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A Uffa é uma fintech que atua nesse problema como mercado de crédito e de negociação de dívidas para pessoas físicas e jurídicas. A empresa aponta como diferencial a experiência do usuário de sua plataforma, que tem o objetivo de tornar o pedido de empréstimo menos "traumático" para o cliente.

O site da startup traz recursos como negociação, empréstimos, obtenção de crédito e até cashback (retorno parcial do dinheiro) no pagamento de pendências monetárias. Ele tem ainda um simulador para calcular o valor do empréstimo e das parcelas a partir de uma sugestão do internauta. O acesso a crédito da fintech é por meio de marketplace, para avaliação de ofertas de diversas operadoras.

O visual é mais descolado que o de serviços online similares, lembrando muito o estilo do Nubank. Sua solução realiza a consulta do CPF do cliente e simula diferentes cenários para negociação, com um roteiro meio gamificado, isto é, com etapas que lembram as de um jogo. Alguns dos números anunciados na plataforma são:

  • 58 segundos para realizar o serviço no site;

  • 14,7 milhões de pessoas cadastradas;

  • Mais de 5.600 cidades atendidas;

  • R$ 26 bilhões em dívidas negociadas.

Site da Uffa (Imagem: Reprodução/Uffa)
Site da Uffa (Imagem: Reprodução/Uffa)

O recurso de cashback é feito por meio de um cartão pré-pago gratuito. Serve, segundo a empresa, para motivar as pessoas a quitarem suas dívidas. Ele vale até para quem não tem contas em bancos, como forma de incluir o público desbancarizado. Segundo um estudo do Instituto Locomotiva deste ano, 10% dos brasileiros não têm conta em banco (16,3 milhões), enquanto outros 11% (17,7 milhões) não movimentaram a conta.

Em resumo, a empresa tomou para si a missão de tornar a resolução de dívidas em uma experiência mais positiva. “Antes de sermos CPFs, somos todos seres humanos. Com famílias, com histórias de vida. Compreender isso em todas as camadas é o que nos guia aqui dentro do Uffa para lidar com nossos usuários”, diz a CEO e fundadora do Uffa, Ana Paula Pisaneschi.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos