Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.117,23
    -351,75 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Startup de transporte rodoviário recebe aporte R$ 1,14 bi e vira novo unicórnio brasileiro

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A nova startup de transporte rodoviário Frete.com nasce avaliada em mais de US$ 1 bilhão (R$ 5,7 bilhões), o que a torna o novo unicórnio brasileiro. Sob o guarda-chuva da holding estão as startups do setor de transporte de cargas FreteBras, CargoX e FretePago, criadas em 2008, 2016 e 2021, respectivamente.

Os investimentos que a levaram a esse patamar somam US$ 200 milhões (R$ 1,14 bilhão) e foram liderados por gestores como Softbank e Tencent, que também fizeram a sua precificação.

O negócio de Federico Vega digitaliza a comunicação entre caminhoneiros e transportadoras com a intenção de reduzir calotes, roubos de carga e outros problemas de logística. A ideia é ser um "mercado livre do transporte rodoviário".

Atualmente, todos os usuários cadastrados na plataforma são do Brasil, mas Vega, que é argentino, quer expandir para outros países da América Latina. Atualmente, o máximo que fazem é entrega de carga em nações vizinhas, como o país natal do empreendedor.

A união das três empresas faz a logtech conseguir atuar em três frentes: o pagamento e recebimento de fretes, por meio da fintech FretePago, oferta de crédito com a CargoX e uma espécie de Uber do transporte rodoviário por meio da FreteBras.

Atualmente, o grupo processa R$ 100 bilhões em transações e R$ 2,5 trilhões em valor de mercadoria transportada, apesar de ainda não ter encontrado o ponto de equilíbrio financeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos