Mercado fechará em 1 h 28 min
  • BOVESPA

    108.434,33
    +1.766,67 (+1,66%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.712,86
    -519,34 (-0,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,18
    +1,75 (+2,05%)
     
  • OURO

    1.842,50
    +30,10 (+1,66%)
     
  • BTC-USD

    42.242,50
    +619,34 (+1,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.001,93
    +7,18 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.596,06
    +18,95 (+0,41%)
     
  • DOW JONES

    35.458,84
    +90,37 (+0,26%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.263,50
    +57,50 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2021
    -0,1050 (-1,66%)
     

Startup do RS compra todas as lojas automatizadas da concorrente

·1 min de leitura

A startup gaúcha Quadrado Express adquiriu, no final de dezembro, 25 unidades de minimercados autônomos da concorrente 18 Micromarket. Agora são 68 lojas autônomas no total, sendo 43 originalmente da Quadrado. As duas empresas focam em mercados sem funcionários, do tipo pegue-e-pague, voltado a condomínios residenciais e corporativos, como o Amazon Go nos EUA.

A aquisição ocorreu por meio de uma operação chamada aquisição de fundo de comércio, ou seja, de bens físicos, marcas e patentes da empresa comprada. Assim, não houve transação envolvendo a participação da Quadrado na 18 Micromarket.

A Quadrado atuava na capital e região metropolitana do Rio Grande do Sul, mas agora vai operar também no litoral e planeja abrir, em breve, franquias em outras regiões do estado. A meta é chegar a 100 mercados autônomos nos três primeiros meses de 2022 e a um faturamento anual de R$ 15 milhões.

Com a transação, a Quadrado Express espera despertar o interesse de investidores maiores. Por meio da CapTable, a startup captou R$ 1,5 milhão, para acelerar o negócio e chegar a 200 lojas no Rio Grande do Sul até 2025.

No modelo de minimercados autônomos, bastante popularizado pela Amazon Go nos EUA, o próprio cliente escolhe e escaneia os produtos e paga pelo celular ou totem de autoatendimento, sem precisar de atendente humano. A segurança do processo é realizada por tecnologia, como câmeras de segurança. Nos EUA já se testam até aparelhos biométricos para o cliente se identificar e pagar a conta. No Brasil, a Onii é outra que aposta neste setor.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos