Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.146,80
    +1.479,14 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.897,60
    -334,60 (-0,63%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,57
    +1,14 (+1,33%)
     
  • OURO

    1.843,10
    +30,70 (+1,69%)
     
  • BTC-USD

    41.722,34
    +165,51 (+0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    991,53
    -3,21 (-0,32%)
     
  • S&P500

    4.555,12
    -21,99 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    35.174,63
    -193,84 (-0,55%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.116,50
    -89,50 (-0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1946
    -0,1125 (-1,78%)
     

Startup de pagamentos entre países FacilitaPay está de mudança para os EUA

·1 min de leitura

A fintech mineira FacilitaPay, especializada em soluções para empresas se conectarem a meios de pagamento de outros países, está de mudança para os EUA, de acordo com o Valor Econômico. A startup deve manter seus atuais escritórios no Brasil e no México, mas a sede passará a ser norte-americana.

Com o movimento, a empresa espera realizar sua primeira captação de recursos com investidores estrangeiros. Seu único capital foi em 2018, do bolso dos próprios fundadores, na ordem de US$ 500 mil (R$ 2,8 milhões nos valores atuais). A FacilitaPay já opera um volume de transações processadas (TPV) de US$ 3,36 bilhões (R$ 18,9 bilhões) ao ano.

Além de futuros aportes, a startup busca ficar mais perto de seus maiores clientes, já que mais de 60% da base de empresas que usam a plataforma está nos EUA, apesar de sua operação ocorrer até agora países latinos. Agora pretende buscar US$ 7 milhões (R$ 39,3 milhões) para sua primeira rodada.

(Imagem: Reprodução/Alexander Mils/Pexels)
(Imagem: Reprodução/Alexander Mils/Pexels)

“Em 2020, o foco estava na nossa expansão. Entendemos que fazia mais sentido levar nossa solução também ao México e hoje estamos avançando por toda a América Latina. A partir disso, a gente começou a perceber uma barreira cultural e entender que manter o time comercial no Brasil criava um distanciamento gigante com nossos maiores clientes”, contou ao Valor Stephano Maciel, cofundador e CEO da empresa.

O negócio da FacilitaPay começou em 2017 como um meio de pagamento, mas mudou o foco para uma plataforma de operações financeiras entre países. Foi aí que começou a obter mais clientes de peso, como as empresas americanas de criptoativos Kraken e Stake, a companhia de pagamentos Flutterwave e as brasileiras Passfolio e Octo XB.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos