Mercado abrirá em 1 h 36 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,88
    +1,31 (+2,00%)
     
  • OURO

    1.774,70
    -9,60 (-0,54%)
     
  • BTC-USD

    56.514,80
    -555,20 (-0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.442,07
    -27,01 (-1,84%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.126,81
    -41,87 (-0,58%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.910,00
    +40,25 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4085
    -0,0383 (-0,59%)
     

Startup de pagamentos CloudWalk torna-se novo unicórnio brasileiro

·2 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A startup de pagamentos CloudWalk é o novo unicórnio brasileiro, termo dado a empresas de tecnologia que alcançam um valor de mercado de US$ 1 bilhão (mais de R$ 5,5 bilhões).

Ela é a segunda que chega a marca em novembro: a primeira, a Frete.com, é uma holding de startups de transporte de cargas.

A startup atingiu a precificação após investimento de US$ 150 milhões (R$ 831,96 milhões). A avaliação do valor da empresa, que chegou a US$ 2,15 bilhões (aproximadamente R$ 11,925 bilhões), foi liderada pelo seu próprio presidente-executivo, Luis Silva.

O ano é de investimentos recordes em inovação --já são US$ 8 bilhões só em 2021, quase três vezes o volume de 2020. A dinâmica do setor faz especialistas considerarem que uma bolha financeira está se formando.

O principal investidor foi o fundo americano Coatue, e a rodada teve a participação dos jogadores de futebol americano Larry Fitzgerald e Kelvin Beachum.

O negócio-chave da CloudWalk é a InfinitePay, iniciativa lançada em 2019 para ofertar maquininhas de pagamento para o comércio. A startup também trabalha com um software integrado ao aparelho, que foi incorporado após a compra da Confere. Este ano, a plataforma lançou também uma ferramenta de link de pagamento e uma carteira digital.

"À medida que o mercado global de pagamentos evolui rapidamente, acreditamos que o blockchain em breve se tornará a fonte dominante para todos os processos de pagamento futuros", afirmou Luis Silva em nota divulgada pela empresa.

O blockchain, espécie de livro-caixa global de operações, é a aposta para tecnologias de pagamento.

A startup atende atualmente 150 mil comerciantes em 4,3 mil municípios do país. O capital adquirido na rodada, segundo a nota, será usado para expandir a marca para outros países, "com o objetivo de iniciar operações nos mercados dos EUA e da Europa nos próximos dois anos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos