Mercado abrirá em 6 h 11 min
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,21 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,19
    -0,76 (-1,03%)
     
  • OURO

    1.811,10
    -6,10 (-0,34%)
     
  • BTC-USD

    40.140,93
    -1.609,55 (-3,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    974,77
    +24,87 (+2,62%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,03 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    26.203,95
    +242,92 (+0,94%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    15.040,75
    +85,00 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1550
    -0,0330 (-0,53%)
     

Startup oferece cursos de programação com remuneração para estudantes

·2 minuto de leitura

Já pensou em ser remunerado enquanto estuda? Essa é a proposta da escola de programação Alpha Edtech, que está com inscrições abertas. Em sua segunda edição, o projeto agora quer atrair mais mulheres. Sua prioridade, além disso, são jovens em situação de vulnerabilidade social.

No ano passado, a primeira turma recebeu 2.581 inscrições de todo o país, 39% mulheres e 61% homens. "O grupo selecionado ficou composto por 55% de homens e 45% de mulheres. A meta é chegar a 50-50 neste ano, sem reserva de vaga", explica Nuricel Villalonga, diretora do projeto e fundadora do Alpha Lumen, que coordena a Alpha Edtech.

Segundo ela, o objetivo da iniciativa é ajudar a reduzir o déficit de profissionais do gênero feminino em tecnologia. Atualmente, elas são apenas 20% no mercado, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Imagem: Reprodução/Elements/jacoblund
Imagem: Reprodução/Elements/jacoblund

Uma das selecionadas de 2020 foi Andréa Jainy Gomes de Souza, de 25 anos, de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco. "Sempre gostei de games, mas achava que a tecnologia não era para mim por ser um ambiente predominantemente masculino", lembra.

Saiba como se inscrever

Os selecionados recebem, desde o primeiro semestre, R$ 1 mil mensais. Aqueles que quiserem participar da seleção para a turma de 2021 podem se inscrever neste link até sexta-feira (25) para uma das 60 vagas disponíveis. Os cadastros são gratuitos e os interessados não precisam ter experiência prévia em programação nem em tecnologia.

O processo seletivo inclui a participação em webinars preparatórios e avaliações diagnósticas, como lógica matemática e análise de perfil. Os finalistas passam, ainda, por entrevistas individuais. Os exames são online, entre junho e agosto, e as aulas do primeiro ciclo começam em setembro.

Imagem: Reprodução/Elements/DragonImages
Imagem: Reprodução/Elements/DragonImages

O curso tem duração de três semestres e carga horária de cerca de 8 horas diárias. Ao longo dos 18 meses, além de participar das aulas, os estudantes poderão acompanhar oficinas, webinares e desafios desenvolvidos por empresas parceiras da ação. Ao fim, os alunos são contratados.

Como é a formação

As três etapas do curso são:

  • 1º ciclo – Aspirante Júnior: Seis meses de estudos com 8 horas diárias de dedicação às atividades de formação. Parte da prática ocorre em tempo real e parte de forma assíncrona. Todas as atividades são online, na plataforma Alpha Edtech;

  • 2º ciclo – Aspirante Pleno: Nesta etapa, os seis meses do estudante são divididos entre a plataforma Alpha Edtech e a empresa, com 4 horas diárias em cada ambiente;

  • 3º ciclo – Aspirante Sênior: Nos últimos seis meses da formação, o aluno passa 6 horas por dia na empresa e 2 horas diárias na plataforma Alpha Edtech. Ao fim deste ciclo, há uma cerimônia de formatura.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos