Mercado abrirá em 2 h 48 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,47
    +0,90 (+1,37%)
     
  • OURO

    1.771,90
    -12,40 (-0,69%)
     
  • BTC-USD

    57.042,54
    +51,77 (+0,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.452,72
    -16,36 (-1,11%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.123,35
    -45,33 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.957,50
    +87,75 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4085
    -0,0383 (-0,59%)
     

Startup mineira completa aporte de R$ 12 milhões para digitalizar seguros

·2 min de leitura

A insurtech mineira Líbero recebeu o restante de um aporte de R$ 12 milhões nesta semana para iniciar neste mês sua linha de seguros digitais. A empresa aposta em uma plataforma com quatro modelos de seguros muito contratados atualmente: vida, bicicleta, automóvel e residencial.

A startup já havia levantado R$ 2 milhões no primeiro semestre de 2021. Com a chegada do sócio-investidor Hatsuia, captou mais R$ 10 milhões para impulsionar a segunda fase do projeto no ano que vem. Sua plataforma usa inteligência artificial para sugerir recomendações de seguro de acordo com as necessidades do cliente.

De acordo com estimativa da empresa, atualmente 0,3% de bicicletas são asseguradas no Brasil, o que dá 33,1 milhões de veículos desse tipo. O número é considerado baixo porque os ciclistas se queixam que a cobertura é pouco eficiente. A Líbero afirma ter conseguido chegar a um seguro que agrada aos consumidores. Ele cobre roubo ou furto qualificado, gastos com acidente ou quebra e responsabilidade em caso de danos causados a terceiros, como por exemplo atropelamentos.

Imagem: Murillo de Paula/Unsplash
Imagem: Murillo de Paula/Unsplash

"Nossa intenção é levar ao mercado uma experiência simples e sem frustrações. A tecnologia traz os caminhos, porém quem escolhe a forma de contratação é o consumidor. A partir do momento que o cliente entra no site, ele pode fazer todo procedimento de maneira digital e personalizada para suas necessidades. Dessa forma, o processo ganha agilidade e garante ao cliente rapidez sem perda de qualidade", destaca Tiago Souto, sócio da insurtech.

"Esses investimentos darão aos corretores acesso para utilizarem a plataforma com uma experiência inovadora. Nossos parceiros terão acesso à plataforma de forma personalizada, utilizando sua logomarca e disponibilizando um link para seus prepostos [vendedores] ou parceiros nos formatos B2B e B2B2C", aponta Peterson Freitas, também sócio da companhia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos