Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.440,27
    -50,36 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Startup de entrega rápida Jokr levanta US$ 170 mi para expansão

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- A startup de entrega rápida de mantimentos Jokr levantou US$ 170 milhões em financiamento para acelerar a expansão nas Américas e na Europa depois de lançar seus serviços há apenas três meses.

O CEO Ralf Wenzel, ex-executivo da Delivery Hero, disse que a nova rodada de financiamento liderada pela GGV Capital, Balderton Capital e Tiger Global Management permitirá entrar em novas cidades e a expansão nas localidades atuais, como na sede em Nova York. Ele não quis comentar a proporção da dívida em relação ao capital na rodada nem o valor da empresa.

“Com essa rodada de financiamento recente, seremos capazes de continuar desenvolvendo a Jokr como uma plataforma global para entrega instantânea, mas também expandir geograficamente”, disse Wenzel. “Temos uma chance realista de revolucionar o varejo.”

A Jokr possui algumas operações na Europa, mas está mais focada nos mercados da América do Norte e do Sul, como nos EUA, Brasil e México. Wenzel disse que a empresa pretende ser a fonte dos consumidores para outros itens além de mantimentos, como produtos de limpeza e farmacêuticos para entregas em minutos.

Nos últimos quatro meses, a empresa abriu cerca de 100 pequenos centros de distribuição, ou as chamadas “dark stores”, disse Wenzel, e espera quase dobrar esse número até o fim do ano. A maioria dos entregadores da Jokr tem carteira assinada, ao contrário do modelo sem vínculo empregatício de alguns concorrentes.

Capitalistas de risco têm apostado bilhões de dólares em empresas como a Jokr desde o início do ano de olho em uma fatia no setor de entrega de produtos de supermercados. No mês passado, a Getir, da Turquia, levantou US$ 555 milhões, enquanto a alemã Flink captou US$ 240 milhões.

Ainda assim, as empresas precisam encontrar uma maneira de se tornarem rentáveis, pois rivais de entrega mais estabelecidas, como a Delivery Hero, estão expandindo as próprias ofertas.

Outros investidores que apoiaram a Jokr na recente rodada de financiamento incluem Activant Capital, Greycroft, FJ Labs, Kaszek, Monashees e HV Capital. A empresa também é apoiada pelo SoftBank Latin America Fund.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.