Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,43
    +0,42 (+0,58%)
     
  • OURO

    1.798,80
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    16.858,25
    -140,02 (-0,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    394,86
    -7,18 (-1,79%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.489,19
    -32,20 (-0,43%)
     
  • HANG SENG

    18.814,82
    -626,36 (-3,22%)
     
  • NIKKEI

    27.686,40
    -199,47 (-0,72%)
     
  • NASDAQ

    11.509,75
    +0,25 (+0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4670
    -0,0117 (-0,21%)
     

Startup de carros sem motorista, financiada por Volks e Ford, vai encerrar operações

Em junho, startup anunciou a demissão de 150 funcionários durante um processo de reestruturação (Getty Image)
Em junho, startup anunciou a demissão de 150 funcionários durante um processo de reestruturação (Getty Image)
  • Startup norte-americana de tecnologia de direção autônoma Argo AI encerra operações;

  • Empresa recebeu bilhões em investimentos das montadoras Ford e da Volkswagen;

  • Mercado ainda não confia no setor de veículos que não precisam de motoristas.

Uma das promessas para o futuro automobilístico é a criação de veículos autônomos. Os carros que não precisam de motorista tem sido uma aposta de algumas empresas, como a Tesla, liderada por Elon Musk.

Contudo, não é fácil investir em um mercado ainda tão insipiente. Talvez seja por isso que a startup norte-americana de tecnologia de direção autônoma Argo AI encerrará as operações e os funcionários serão absorvidos por seus principais sócios, Ford e Volkswagen.

Ainda neste ano, a Argo AI anunciou a demissão de 150 funcionários durante um processo de reestruturação. A companhia ainda tem mais de 2 mil trabalhadores no mundo.

Fundada em 2016, a empresa levantou pelo menos 3,6 bilhões de dólares (R$ 19,5) em investimentos. Os valores vieram, principalmente, da Ford e da Volkswagen.

Informações divulgadas pelo TechCrunch apontam que funcionários da Argo foram informados de que alguns deles receberão ofertas das duas montadoras. Até o momento, nenhuma das empresas se pronunciaram sobre o assunto.

De acordo com analistas de mercado, a bolha estourada pela VW e Ford é apenas o início de uma debandada de fabricantes de veículos e sistemas automotivos de um setor que até agora não rendeu resultados.

Uma possível explicação para a desistência dos investimentos seria o fato de que o mercado ainda enxerga que o setor automotivo ainda está bem distante da era dos carros que andam sozinhos. Ou seja, ainda não vale a pena apostar tanto dinheiro assim.