Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    +1,87 (+2,61%)
     
  • OURO

    1.783,50
    +14,50 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    31.680,11
    -3.972,54 (-11,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    766,55
    -83,79 (-9,85%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.137,50
    +102,50 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9752
    -0,0609 (-1,01%)
     

Startup da Embraer já tem encomendas para seu ‘carro voador’

·1 minuto de leitura
Modelo de veículo da Eve divulgado pela Embraer
Modelo de veículo da Eve divulgado pela Embraer
  • Eve, startup da Embraer, já tem encomendas.

  • Empresa desenvolve veículos aéreos elétricos de decolagem e pouso vertical.

  • Contrato é para o fornecimento de 200 unidades do veículo.

A startup Eve, criada pela Embraer para o desenvolvimento de tecnologia de veículos elétricos de decolagem e pouso vertical, já está fechando contratos para o fornecimento de seus “carros voadores”.

Leia também:

Segundo reportagem da revista Exame, a empresa fechou uma encomenda de 200 unidades de seu veículo, que deve ficar pronto apenas em 2026. O pedido foi feito pela Halo, uma empresa líder em táxi aéreo nos Estados Unidos e no Reino Unido.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Atualmente, a Halo trabalha com helicópteros, mas a ideia é que no futuro essas naves sejam substituídas pelos mais modernos veículos elétricos aéreos da categoria desenvolvida pela Eve.

Mercado aquecido

O mercado para “carros voadores” está mais aquecido do que nunca, com inovações que prometem colocar os primeiros modelos no cotidiano das grandes cidades ainda na próxima década. E a fabricante brasileira Embraer não pretende ficar fora dessa.

A Eve tem sede nos Estados Unidos. “Após ser incubada por quase quatro anos dentro da EmbraerX, este é o momento certo para estabelecer a Eve como uma empresa independente”, disse a Embraer em comunicado na época do lançamento.

“Valorizamos o enorme potencial do mercado de UAM, pois representa um novo segmento de negócios no qual prevemos grandes oportunidades para a Embraer. Inovação e diversificação são pilares do novo plano estratégico da Embraer, que aumentará a receita e a rentabilidade nos próximos anos”, disse Francisco Gomes Neto, presidente da Embraer, na nota.

Os projetos de modelos de “carros voadores” da Eve, e de outras empresas como a japonesa SkyDrive, lembram “drones gigantes” com hélices que garantem decolagens verticais, ideias para o ambiente urbano, e aceleração horizontal.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos