Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.725,60
    +583,86 (+1,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Startup chilena aposta em frango e salmão vegano após captação

·3 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A produtora chilena de alimentos à base de plantas NotCo planeja usar os recursos da rodada de financiamento mais recente para entrar no competitivo mercado de frango fake este ano e depois lançar um produto que imita o salmão, disse o diretor-presidente da empresa.

Nesta semana, a NotCo, que tem sede em Nova York, disse que Tiger Global, o jogador de tênis Roger Federer, o piloto de Fórmula-1 Lewis Hamilton e o músico Questlove estavam entre os investidores na rodada D da empresa, avaliada em US$ 235 milhões, o que confere um valuation de US$ 1,5 bilhão. A empresa captou US$ 330 milhões até o momento.

Investidores anteriores incluem a Bezos Expeditions, de Jeff Bezos, o cofundador do Twitter, Biz Stone, e The Craftory, braço de investimento da 3G.

“Estamos obcecados em lançar produtos para substituir carnes de animais”, como forma de reduzir os danos ambientais causados pela pecuária e indústria, disse o fundador e CEO da empresa, Matías Muchnick, em entrevista. “A criação de salmão teve efeitos catastróficos no sul do Chile. E queremos lançar algo nessa área depois do NotChicken.”

A NotCo é fruto de um mercado de startups em expansão em uma das economias mais ricas da América Latina. Fundada em 2015, a empresa usa inteligência artificial para analisar estruturas moleculares e encontrar novas combinações de ingredientes vegetais. Seus produtos incluem NotMayo, NotIceCream, NotMilk e NotBurger, que são vendidos no Chile, Argentina, Brasil e Estados Unidos.

Gigantes de alimentos

A estratégia da NotCo tem sido lançar produtos lentamente nos países onde está presente. A empresa planeja iniciar as vendas do NotBurger nos Estados Unidos, onde por enquanto oferece apenas o NotMilk. No Brasil e na Argentina, a NotCo vende seus outros quatro produtos, enquanto no Chile também lançou a NotMeat versão carne moída.

A empresa vai enfrentar uma concorrência mais acirrada. A Impossible Foods busca lançar um nugget de frango fake este ano, enquanto o bacon de vegetais ganha cada vez mais popularidade, com taxas de crescimento global acima de 25% ao ano.

Gigantes da alimentação também estão de olho no segmento. A Archer-Daniels-Midland anunciou recentemente a aquisição de um produtor de ingredientes à base de plantas na Europa, e a Nestlé planeja entrar no mercado de carnes cultivadas.

Ao mesmo tempo, o Chile é uma potência global de salmão, atrás apenas da Noruega como o maior exportador do mundo.

Muchnick tem como objetivo lançar uma oferta pública inicial de ações em 2023. Ainda assim, seus planos podem ser acelerados, dado o interesse dos investidores em oportunidades de crescimento na indústria de alimentos à base de vegetais. As ações da rival Beyond Meat subiram mais de 390% desde o IPO da empresa em maio de 2019.

A NotCo também está em negociações com grandes empresas de alimentos, cujo nome Muchnick não quis revelar, para licenciar sua tecnologia que permitirá versões próprias dos produtos “not”,. “Poderemos ver alguns alimentos ‘powerd by ‘NotCo‘ em breve”, disse Muchnick.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos