Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.986,88
    +558,14 (+1,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Startup de busca otimizada para planos de saúde empresariais recebe R$ 100 mi

·1 minuto de leitura

A corretora de planos empresariais de saúde Pipo anunciou na quarta-feira (28) a captação de um aporte de R$ 100 milhões, em rodada Série A (de posição consolidada que busca por novas oportunidades). O dinheiro vai ajudar a reforçar seu diferencial, que é atuar na intermediação entre grupos e operadoras para chegar a uma proposta justa de plano de saúde para ambos os lados via análise de dados. Em troca, a startup ganha uma comissão da fornecedora escolhida.

A healthtech usa um algoritmo próprio para encontrar a melhor oferta de plano empresarial por orçamento, localização e objetivo de saúde. Assim, o produto final pode chegar a contratar diferentes planos de saúde em cada estado de atuação da companhia. A empresa trabalha com diversas operadoras, desde as tradicionais até as mais recentes do mercado, como Alice e Sami.

Segundo disse a cofundadora Manoela Mitchell ao Infomoney, algumas empresas chegaram a reduzir os custos em 50% com o algoritmo da Pipo Saúde. A startup também gere o plano coordenando processos como a entrada e saída de funcionários por meio da integração com a folha de pagamentos, avalia qual o nível de sinistralidade e faz previsões de reajuste.

Imagem: Reprodução/Pixabay
Imagem: Reprodução/Pixabay

A Pipo Saúde começou em 2018 apenas com uma plataforma de recursos humanos, mas depois inaugurou a Me Ajuda, outra solução para ajudar os funcionários de uma empresa a fazerem o melhor uso do seu plano de saúde.

Com a pandemia, a healthtech cresceu rápido, indo de zero a 70 empresas atendidas. Hoje, conta com uma base de clientes composta por 100 pequenos e grandes grupos, os quais somam 15 mil funcionários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos