Mercado abrirá em 7 h 38 min

Startup brasileira especializada em cidadania europeia fatura R$ 20 mi

Foi através da experiência de reconhecer a cidadania italiana que os irmãos Rafael e Rodrigo Gianesini identificaram uma oportunidade de mercado. Visando simplificar o processo, a dupla criou a Cidadania4u, startup especializada em pedidos de cidadania europeia. Somente em 2021, a empresa faturou R$ 21 milhões.

Para quem já experimentou, a jornada da cidadania italiana é angustiante. São necessários meses, se não anos, para reunir todos os documentos necessários e lidar com a burocracia do consulado — sem a garantia de que a nacionalidade será aprovada.

Dentre as etapas necessárias para o reconhecimento da cidadania, constam processos bem individuais como análise de documentos e da árvore genealógica, tradução de petições e assessoria jurídica. Segundo Rafael, CEO e cofundador, “é um longo caminho para garantir que não existam fricções e que não fique nenhuma dúvida de que aquela pessoa é a mesma do início ao fim”, em entrevista para a Exame.

Como a startup funciona

Rafael e Rodrigo Gianesini tiveram a ideia da startup durante o seu próprio processo de reconhecimento da cidadania italiana (Imagem: Reprodução/Cidadania4u)
Rafael e Rodrigo Gianesini tiveram a ideia da startup durante o seu próprio processo de reconhecimento da cidadania italiana (Imagem: Reprodução/Cidadania4u)

Os fundadores perceberam que era preciso muito mais do que dedicar um time de especialistas para cada etapa: “Não queríamos começar com planilhas ou papéis, porque isso significaria apenas terceirizar o que uma pessoa já faz por conta do processo".

A empresa de tecnologia passou um ano desenvolvendo uma plataforma inteligente que consegue realizar análises preditivas sobre a viabilidade de um processo e cuida de todos os trâmites. Os clientes podem acompanhar todo o processo através de um aplicativo.

“Somos uma empresa de tecnologia que faz processo de cidadania europeia. Essa é a melhor descrição", afirma Rafael.

Planos para o futuro

A Cidadania4u pretende lançar novas verticais nos próximos meses, sendo o primeiro na frente imobiliária, intermediando a compra e venda de imóveis em euro para brasileiros. “Vamos aproveitar que somos bons em resolver burocracias e inovar”, diz Gianesini. O produto deverá ser lançado em 2023.

A startup conta atualmente com 140 funcionários, mas tem planos de triplicar essa quantidade anualmente. Somente em 2019, no ano de lançamento da plataforma, o faturamento da empresa foi de R$ 1 milhão e, apenas dois anos depois, já alcançaram R$ 21,5 milhões. A previsão para 2022 é de R$ 54 milhões.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: