Mercado fechará em 11 mins
  • BOVESPA

    107.708,03
    +150,36 (+0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.863,46
    -54,82 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,44
    +0,39 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.785,90
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    50.501,27
    -536,02 (-1,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.318,42
    +13,30 (+1,02%)
     
  • S&P500

    4.695,13
    +8,38 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.676,63
    -42,80 (-0,12%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    +13,21 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    28.860,62
    +405,02 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.348,00
    +30,00 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2858
    -0,0539 (-0,85%)
     

Startup brasileira de cão-guia robô fica no Top 12 em competição de Singapura

·1 min de leitura

Uma invenção da professora de robótica capixaba Neide Sellin se tornou recentemente referência mundial em objetos inteligentes. Sua startup, a Vixsystem, produz a cão-guia robô Lysa e com ele foi uma das 12 selecionadas em uma competição de pitch (apresentação de ideias) no Slingshot 2021, um dos maiores polos de inovação do mundo, em Singapura.

A Lysa é equipada com dois motores e cinco sensores que avisam à pessoa com deficiência visual quando existem obstáculos e riscos de colisão durante o percurso. Além disso, ela tem câmeras, oito detectores de obstáculo, rotas programáveis e algoritmo com inteligência artificial para navegação por GPS, além de um aplicativo para aparelhos móveis que o controla e configura.

O concurso em Singapura se encerrou em 10 de novembro e contou com quase 5.000 empresas inscritas. Houve uma triagem das 500 melhores ideias. As etapas seguintes elegeram as 100 melhores, o top 12, e por fim, a vencedora, que foi a californiana Quantumcyte, especializada em inteligência artificial.

A seleção foi dividida em quatro categorias: saúde e bem-estar, sustentabilidade, tecnologias na fronteira digital e cidades inteligentes — a Vixsystem se enquadrou nesta última. Foram escolhidas as três principais empresas de cada categoria com maior potencial de inovação e escalabilidade.

"Foram dias de imersão e muita dedicação em prol de levar a Lysa para o mundo todo. Queremos tornar mais simples e segura a vida das pessoas com deficiência visual e não medimos esforços para isso", disse um post da Vixsystem no Instagram. O prêmio para a startup capixaba e para as demais empresas do top 12 será de US$ 50 mil (R$ 282 mil).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos