Mercado abrirá em 2 h 20 min
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,54
    +0,39 (+0,57%)
     
  • OURO

    1.815,10
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    37.964,56
    +70,81 (+0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    939,24
    +12,47 (+1,35%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.111,64
    -12,22 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.105,50
    +32,00 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1211
    +0,0028 (+0,05%)
     

Startup de academias Gympass capta US$ 220 milhões e dobra valor de mercado

·2 minuto de leitura

O Gympass anunciou na terça-feira (29) a captação de recursos em uma nova rodada de investimentos. O valor de mercado da companhia foi estimado em US$ 2,2 bilhões, o dobro do apontado na captação anterior, feita pela empresa antes da pandemia, em 2019.

O investimento série E de US$ 220 milhões tem participação de SoftBank, General Atlantic, Moore Strategic Ventures, Kaszek Ventures e Valor Capital Group. Os recursos obtidos serão usados para impulsionar o crescimento do Gympass nos EUA, melhorar a experiência do produto e continuar a expandir em categorias como fitness digital, saúde mental e nutrição. Segundo a startup, a operação “reflete a aceleração do crescimento do Gympass no momento em que cuidar do bem-estar é cada vez mais relevante para o ambiente de trabalho híbrido”.

O Gympass é um app que as empresas oferecerem aos funcionários, para que eles participem de atividades emocionais, físicas e mentais em academias e estúdios parceiros da plataforma. Com a chegada da pandemia, as práticas passaram a ser feitas também online.

Imagem: Reprodução/Elements/Natabuena
Imagem: Reprodução/Elements/Natabuena

Segundo a empresa, diversos centros de bem-estar e exercícios “estão ultrapassando os níveis de engajamento pré-pandemia”. EUA e Reino Unido lideram esse crescimento, mas América Latina e União Europeia já seguem a tendência. Em maio, por exemplo, o Gympass registrou 4 milhões de visitas a academias e estúdios. “Esperamos um avanço ainda maior à medida que as pessoas comecem a voltar aos escritórios”, diz Cesar Carvalho, cofundador e CEO do Gympass, em comunicado.

Mesmo com o retorno das atividades presenciais, as soluções digitais do Gympass têm mantido níveis estáveis ​​de engajamento. Segundo a startup, isso reforça que “o futuro do bem-estar corporativo é híbrido”.

Para Carvalho, depois do modelo de trabalho híbrido, há uma tendência semelhante em relação às atividades físicas e de bem-estar. “As pessoas combinam as visitas presenciais a academias e estúdios com as atividades digitais, em aplicativos. Vimos que esta é uma mudança que permanecerá no futuro e esperamos expandir nosso alcance e nossos serviços para continuar a estimular o bem-estar geral das pessoas”, completa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos