Mercado fechará em 4 h 29 min
  • BOVESPA

    130.916,10
    +1.475,07 (+1,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.239,83
    -46,63 (-0,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,45
    +0,54 (+0,76%)
     
  • OURO

    1.866,10
    -13,50 (-0,72%)
     
  • BTC-USD

    40.641,24
    +4.733,64 (+13,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.008,82
    +39,98 (+4,13%)
     
  • S&P500

    4.236,86
    -10,58 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.256,62
    -222,98 (-0,65%)
     
  • FTSE

    7.165,29
    +31,23 (+0,44%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.032,00
    +37,75 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1384
    -0,0542 (-0,88%)
     

Starship: foguete Falcon Super Heavy vai ganhar propulsores extras

·2 minuto de leitura
Starship: foguete Falcon Super Heavy vai ganhar propulsores extras
Starship: foguete Falcon Super Heavy vai ganhar propulsores extras

O fundador da SpaceX, Elon Musk, anunciou no Twitter uma mudança no design do Falcon Super Heavy, foguete que será usado para lançar as espaçonaves Starship ao espaço.

Em vez de 28 propulsores Raptor, como anteriormente planejado, o foguete terá inicialmente 29 propulsores, número que pode subir a 32 nas unidades produzidas a partir do final deste ano.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Com isso, quando completo um conjunto Falcon Super Heavy + Starship terá nada menos que 35 propulsores Raptor, 29 no foguete e 6 na espaçonave. Segundo Musk, o objetivo a longo prazo é produzir mais de 7.500 toneladas de empuxo, 1,5 vezes mais do que a massa do foguete, estimada em 5.000 toneladas.

O executivo afirma que a SpaceX acelerou a produção dos propulsores Raptor, e agora consegue completar um deles a cada 48 horas, o que significa 180 Raptors por ano ou o suficiente para uma Starship (em uma configuração inicial com 3 propulsores, como a que é testada atualmente) e um Falcon Super Heavy (com 29 propulsores) a cada nove semanas.

Neste ritmo, o Raptor provavelmente já superou o Merlin, propulsor usado nos Falcon 9, como o modelo mais produzido pela SpaceX. Dois novos stands de teste nas instalações da SpaceX em McGregor, no Texas, permitirão à empresa fazer a qualificação de um Raptor por dia, 365 por ano, suficiente para 6 Falcon Heavy e 30 Starships.

Leia mais:

No início de maio a Starship SN15 foi a primeira a completar com sucesso (e sobreviver) um teste de grande altitude, que consiste em subir a 10 km de altura, pairar no ar por 30 segundos, descer “de barriga” e, já próxima ao solo, se reorientar para a posição vertical e pousar de pé.

A SpaceX espera realizar o primeiro teste orbital de uma Starship, atualmente conhecida como “SN20”, até julho deste ano. Para isso, antes terá de construir e testar com sucesso ao menos um protótipo do Falcon Super Heavy.

O primeiro protótipo, chamado BN1, chegou a ter sua montagem completada, mas devido à mudanças de última hora no projeto foi relegado ao status de artigo de teste para que a equipe possa “praticar” a montagem e processos associados. A SpaceX agora trabalha na construção de dois outros protótipos, chamados BN2 e BN3. Uma data de teste ainda não foi definida.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!