Mercado fechará em 46 mins
  • BOVESPA

    124.230,61
    -1.773,25 (-1,41%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.969,98
    +72,19 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,61
    -0,30 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.799,40
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    38.005,52
    -2.132,74 (-5,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    897,91
    +21,68 (+2,47%)
     
  • S&P500

    4.392,26
    -30,04 (-0,68%)
     
  • DOW JONES

    35.000,71
    -143,60 (-0,41%)
     
  • FTSE

    6.996,08
    -29,35 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.086,43
    -1.105,89 (-4,22%)
     
  • NIKKEI

    27.970,22
    +136,93 (+0,49%)
     
  • NASDAQ

    14.930,50
    -187,25 (-1,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1229
    +0,0126 (+0,21%)
     

Starship: Elon Musk propõe usar estrutura do foguete para criar novo telescópio

·2 minuto de leitura

A SpaceX segue desenvolvendo o sistema Starship, com o objetivo de usá-lo para transportar pessoas e cargas à Lua, bem como para destinos mais distantes, como Marte. Além disso, Elon Musk, CEO da empresa, propôs outro uso ao foguete: em algumas publicações feitas no Twitter na quarta-feira (7), ele sugere usá-lo também para observações astronômicas, funcionando como um grande telescópio espacial.

O tuíte do bilionário foi uma resposta a um seguidor, que perguntava se seria possível incorporar instrumentos científicos no Starship. Como resposta, Musk sugeriu que o próprio veículo “poderia servir como a estrutura para um novo telescópio gigante” — este, que poderia chegar a dez vezes a resolução do telescópio espacial Hubble, da NASA. Segundo ele, a ideia foi proposta por Saul Perlmutter, astrofísico do Lawrence Berkeley National Laboratory.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em outra publicação, Musk descreveu alguns dos planos que tem para o foguete: o Starship poderia ter uma “versão dedicada ao espaço profundo”, em que o escudo térmico, flaps laterais e tanques poderiam ser eliminados. Esta versão alternativa seria abastecida em órbita e, assim, a SpaceX conseguiria lançar cargas úteis ainda mais pesadas para a Lua e Marte.

Estes possíveis novos usos do Starship foram publicados por Musk em um momento complicado para o telescópio Hubble, que teve suas observações científicas temporariamente suspensas em função de um erro no computador de cargas úteis. Os engenheiros da NASA estão trabalhando a todo vapor para encontrar uma solução que permita retomar o trabalho do telescópio, que, por enquanto, está em "modo de segurança".

De qualquer forma, é certo que a SpaceX ainda tem trabalho à frente até poder colocar estas e outras ideias em prática. Após pousar com sucesso o protótipo SN15 durante um teste realizado em maio, a empresa deverá seguir testando outros protótipos ao longo deste ano. Além disso, há planos também para o primeiro teste de voo orbital feito com o veículo, que deverá realizar uma volta pela Terra e retornar, com uma reentrada controlada, para uma amerrissagem no Oceano Pacífico.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos