Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.842,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    19.083,47
    +35,18 (+0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

Spotify estaria trabalhando em assinaturas exclusivas para podcasts

Diego Sousa
·1 minuto de leitura

O Spotify enviou recentemente uma pesquisa de opinião a alguns clientes da plataforma se eles assinariam um suposto plano exclusivo para podcasts. Atualmente, as opções de assinatura disponíveis dão acesso a músicas e episódios de podcasts, todos sem anúncios.

De acordo com capturas de telas compartilhadas pelo presidente da Variety Intelligence Program Andrew Wallenstein, que teve acesso ao material, os planos para podcasts não incluiriam as músicas, ou seja, seria necessário fazer outra assinatura no Spotify para ter acesso a programas exclusivos.

A pesquisa cita duas opções de assinatura: a mais em conta daria acesso a entrevistas exclusivas, programas e episódios estendidos, mas exibiria anúncios durante o "intervalo"; o mais caro, por outro lado, teria todos os benefícios do plano mais barato, com a adição de episódios extras e sem a exibição de anúncios.

Os preços variariam entre US$ 2,99 (R$ 17 em conversão direta) e US$ 7,99 (R$ 30), dependendo da modalidade escolhida.

Embora a pesquisa não signifique que o Spotify vai, de fato, criar assinaturas exclusivas para quem ouve podcasts, isso é um indicativo de que a plataforma tem planos bastante ambiciosos para o segmento. Nos últimos meses, a empresa fechou parcerias de peso com Michelle Obama, esposa do ex-presidente dos EUA Barack Obama, e Kim Kardashian West para a produção de conteúdos originais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: