Mercado fechará em 45 mins
  • BOVESPA

    112.276,47
    -39,69 (-0,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.527,43
    -247,48 (-0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,50
    -1,18 (-1,48%)
     
  • OURO

    1.940,10
    -5,50 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    23.141,01
    -424,31 (-1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    523,71
    -14,16 (-2,63%)
     
  • S&P500

    4.032,93
    -37,63 (-0,92%)
     
  • DOW JONES

    33.853,79
    -124,29 (-0,37%)
     
  • FTSE

    7.784,87
    +19,72 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    22.069,73
    -619,17 (-2,73%)
     
  • NIKKEI

    27.433,40
    +50,84 (+0,19%)
     
  • NASDAQ

    12.024,75
    -197,50 (-1,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5585
    +0,0123 (+0,22%)
     

Spotify diz que a Apple está ‘sufocando a concorrência’ no mercado de audiolivros

Spotify criticou modelo de negócios da Apple (Getty Image)
Spotify criticou modelo de negócios da Apple (Getty Image)
  • Spotify afirma que Apple está dificultando a venda de audiolivros;

  • Empresa chamou as práticas da companhia da maçã de “anticompetitivas”;

  • A marca cobra uma comissão de até 30% em compras feitas.

Mais uma vez a Apple está envolvida em uma polêmica sobre monopólio de mercado. Dessa vez, o Spotify é a empresa que se diz prejudicada pelo modelo de negócio da gigante da tecnologia.

A plataforma de streaming diz que que a Apple está dificultando a venda de audiolivros, uma oferta que o Spotify acaba de lançar no mês passado.

Por causa da disputa, a empresa chamou as práticas da companhia da maçã de “anticompetitivas” e disse que estava “sufocando a concorrência” em uma publicação realizada pouco antes da empresa revelar o relatório de ganhos na terça-feira (26).

O reprodutor de áudio diz que a fabricante de iPhones torna o processo de compra de um audiolivro “muito complicado e confuso”, reforçando que a Apple muda suas “regras arbitrariamente, tornando-as impossíveis de interpretar”.

A marca cobra uma comissão de até 30% em compras feitas em aplicativos listados na App Store e impede certos desenvolvedores de usar ou direcionar usuários a um processador de pagamento externo.

“Na ausência de intervenção do governo – na Europa, nos EUA ou em qualquer outro mercado ao redor do mundo – a Apple mostrou repetidamente que não se autorregulará e não tem incentivo real para mudar”, afirmou o CEO do Spotify, Daniel Ek. uma declaração.

"Com o lançamento de nossos Audiobooks, a Apple provou mais uma vez o quão descarada está disposta a ser com suas regras da App Store, mudando constantemente os postes da meta para prejudicar seus concorrentes", salientou Ek.