Mercado fechará em 1 h 16 min
  • BOVESPA

    107.919,72
    +1.060,85 (+0,99%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.650,59
    +45,03 (+0,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,54
    +3,05 (+4,39%)
     
  • OURO

    1.785,30
    +5,80 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    51.004,24
    +1.944,41 (+3,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.313,19
    -8,09 (-0,61%)
     
  • S&P500

    4.687,94
    +96,27 (+2,10%)
     
  • DOW JONES

    35.736,56
    +509,53 (+1,45%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.315,00
    +472,25 (+2,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3372
    -0,0864 (-1,35%)
     

Spotify contrata centenas para impulsionar venda de anúncios

·2 min de leitura

Por Supantha Mukherjee

ESTOLCOMO (Reuters) - O Spotify está planejando contratar centenas de pessoas para impulsionar suas vendas de publicidade, com o serviço de streaming de música buscando aumentar a receita de clientes que não pagam mensalidade, mas são a maior parte de seus usuários.

"Estamos aumentando nossa equipe de marketing de negócios de anúncios em mais de 70% na Europa, Austrália e Canadá", disse Lee Brown, chefe de negócios de publicidade do Spotify. "Na estratégia de longo prazo, acho que se foi o tempo em que a publicidade representava menos de 10% de nossa receita."

A empresa, que obtém receita de assinaturas pagas e disseminação de anúncios para usuários não pagantes, viu seu negócio de publicidade voltar a crescer neste ano, após ter sido atingida pela pandemia.

De seus 365 milhões de usuários ativos mensais, 210 milhões são trazidos por anúncios, gerando cerca de 12% de sua receita.

Um aumento no conteúdo de podcast - o Spotify carregava 2,9 milhões de podcasts no segundo trimestre, quase 12% a mais que nos três meses anteriores - ajudou a impulsionar a receita de anúncios, já que os podcasts atraem mais usuários e, sendo mais longos, permitem mais tempo para os anúncios.

A empresa quer adicionar mais ferramentas para anunciantes e disponibilizará sua plataforma de publicidade e publicação de podcast Megafone na Alemanha, França, Espanha e Itália.

O Megaphone, comprado pelo Spotify no ano passado, oferece ferramentas para podcasters criarem anúncios para seus próprios programas, pelos quais recebem renda, e para medir seu alcance. Atualmente, ele hospeda cerca de um terço dos 200 melhores programas no Spotify e Apple.

O Spotify gastou centenas de milhões para fortalecer seu negócio de podcast. A competição com a Apple se intensificou após ambas lançarem plataformas de assinatura paga para podcasters no início do ano.

A empresa sueca deve superar a Apple em ouvintes de podcast pela primeira vez neste ano, segundo a eMarketer.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos