Mercado fechado

Spotify agora deixa você colocar músicas inteiras em podcasts — mas há um porém

Ramon de Souza
·1 minuto de leitura

Uma das principais preocupações entre os criadores de conteúdo é inserir música durante um podcast — um passo em falso e sua produção pode ser removida das principais plataformas por infringir direitos autorais de uma canção. O Spotify, através da Anchor (sua própria plataforma de criação de podcasts) acaba de dar um jeito de resolver esse problema, embora ainda estabeleça uma limitação um tanto incômoda.

A partir desta quarta-feira (14), criadores de podcasts do Anchor nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia poderão adicionar, livremente, qualquer música do catálogo do Spotify em suas produções. Com isso, fica fácil montar um programa que mescle, por exemplo, notícias diárias com uma playlist musical — ou simplesmente tocar uma canção para contextualizar uma narrativa histórica e assim por diante.

As possibilidades são infinitas, mas, como dissemos anteriormente, há uma limitação bem chatinha que tira um pouco da graça da novidade: os capítulos de seu podcast que levam músicas inteiras só poderão ser distribuídos para o próprio Spotify (vale lembrar aqui que, em condições normais, o Anchor é capaz de enviar seus episódios para plataformas rivais como Google Podcasts e Apple Podcasts).

Tal limitação possivelmente tem a ver com os acordos de direitos autorais do serviço de streaming. Ademais, se quem estiver ouvindo o seu podcast não for assinante do Spotify Premium, ele não conseguirá ouvir a música inteira — apenas um trecho de 30 segundos será reproduzido. Essa é uma manobra inteligente da empresa para incentivar que os criadores adotem-na como local primário para seus podcasts e também para angariar mais usuários pagos.

Não há previsão para que o recurso seja disponibilizado aos usuários brasileiros do Anchor.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: