Mercado fechado

A três rodadas do fim da Série B, Sport pode ser equipe com menos derrotas desde 2011

(Foto: Divulgação Sport)


Por Eryck Gomes (@EryckWaydson)

Na contagem regressiva para confirmar o retorno à Série A do Campeonato Brasileiro 2020, o Sport, atualmente vice-líder da segunda divisão, é o segundo time que mais venceu, está entre os cinco que mais empataram e, por fim, ostenta o menor número de derrotas. A três rodadas do fim do nacional, o Leão pode conseguir ser a equipe com menos reveses desde 2011, quando a Portuguesa encerrou a competição perdendo em apenas três ocasiões.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Os resultados desfavoráveis ao Leão vieram nas rodadas 6, 15, 23 e 32. Respectivamente, 2 a 1 para o Operário (fora); 1 a 0 para o Criciúma (fora); 2 a 0 para o América-MG (casa); e 1 a 0 para o Guarani (fora). Para concluir a participação na competição, o Rubro-Negro tem pela frente confrontos contra o Vila Nova (casa), Ponte Preta (casa), e Atlético-GO (fora). A nível de comparação, os números do Sport no quesito derrotas, nos últimos três acessos, foram os seguintes: em 2006, perdeu 10 vezes; 2011, 11; e 2013, 15. 

Leia também:

Fazendo uma retrospectiva, este é o histórico das equipes que encerram a Série B com menos derrotas, partindo de 2011: Portuguesa (3); 2012, Goiás (6); 2013, Chapecoense (6); 2014, Ponte Preta e Vasco (7); 2015, Botafogo (8); 2016, Atlético-GO (6); 2017, América-MG (5); 2018, Fortaleza, Vila Nova e Avaí (9). Desde que o campeonato passou a ser disputado por pontos corridos, em 2006, a outra equipe que também perdeu apenas três vezes foi o Corinthians, em 2008.

Um outro dado que contribui com o pouco número de derrotas da equipe pernambucana são os desarmes. O Sport lidera o quesito, com 641 distribuídos entre as 35 partidas. Quem encabeça a estatística é Charles, de 23 anos. Em 31 jogos, o volante, emprestado pelo Internacional até o fim da Série B, efetuou a ação corretamente em 100 oportunidades. 

Os gols sofridos

O Rubro-Negro é a terceira equipe da competição que menos sofreu gols - 28. A posição é compartilhada com o Paraná. Logo acima estão Atlético-GO, com 27, e o Bragantino, com 25. 

É possível fazer um recorte desse dado de acordo com a minutagem da partida. Para isso, faremos seis cortes no jogo. O período mais vulnerável do Sport foi entre os minutos 61 e 75, onde sofreu 8 gols (28%). Do minuto 1 ao 15, 3 (11%); do 16 ao 30, 2 (7%); do 31 ao 45, 4 (14%); do 46 ao 60, 5 (18%); do 76 ao 90, 3 (11%); após os 90, 3 (11%).

O técnico Guto Ferreira não esconde a satisfação com o rendimento da equipe. E, na iminência do acesso, o assunto renovação já passou a ser pauta pela Ilha do Retiro. Entretanto, o comandante foi evasivo ao ser perguntado. Segundo ele, o foco é sacramentar a vaga na Série A para, depois disso, analisar a viabilidade do projeto para 2020.

Ao fim da 35ª rodada, o Sport está com 63 pontos, a oito do América-MG, 5º colocado.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter