Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.979,96
    +42,09 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.789,31
    +417,33 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,21
    -0,28 (-0,43%)
     
  • OURO

    1.871,20
    +3,20 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    42.673,00
    -631,31 (-1,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.197,52
    -55,63 (-4,44%)
     
  • S&P500

    4.127,83
    -35,46 (-0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.060,66
    -267,13 (-0,78%)
     
  • FTSE

    7.034,24
    +1,39 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.190,00
    -22,00 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4299
    -0,0002 (-0,00%)
     

Splashdown! Astronautas da Crew-1 enfim voltam à Terra após seis meses na ISS

Wyllian Torres
·3 minuto de leitura

Na madrugada do último domingo (2), a cápsula Crew Dragon retornou para a Terra trazendo os quatro tripulantes da missão Crew-1, completando a primeira missão verdadeiramente operacional da SpaceX para a NASA. Por volta das 3h56 (horário de Brasília), os astronautas pousaram no Golfo do México. A cápsula, que foi lançada em 15 de novembro do ano passado, deixou a Estação Espacial Internacional (ISS) no final de sábado (1º), após quase 6 meses de duração.

Depois de o retorno da Crew-1 ser adiado duas vezes por conta do mau tempo, os astronautas finalmente retornaram para a Terra. A missão foi lançada através de um foguete Falcon 9, da SpaceX. A cápsula, batizada de Resilience, acoplou ao módulo Harmony, da ISS, quase 27 horas após o lançamento. Os astronautas da NASA tiveram a descida amortecida por paraquedas e foram recebidos com grande entusiasmo.

Este foi o maior tempo em que uma espaçonave esteve no espaço desde a missão Skylab, em 1974, e depois de 167 dias, a cápsula Resillience. A seguir, o momento exato em que a cápsula desacopla da ISS:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A Crew-1 também superou o recorde de 1974 de maior duração de uma missão tripulada, atingindo pouco mais de 84 dias em órbita. Além disso, este é o primeiro mergulho noturno, em 53 anos, de uma nave com tripulantes — a última vez foi com o retorno da Apollo 8, na madrugada do dia 27 de dezembro de 1968. A nave também marcou o terceiro voo tripulado da SpaceX com destino à ISS, e sua primeira missão operacional completa e com maior tempo de duração.

A cápsula caiu no Golfo do México, ao sul da cidade do Panamá, na Flórida, e foi prontamente recepcionada pelas equipes de resgate da SpaceX. Steve Stitch, gerente do programa Commercial Crew, da NASA, disse que: “o veículo é certificado para pousar durante o dia ou à noite, então não há um problema com o veículo em si". Em 30 minutos, a tripulação foi resgatada e depois seguiram de helicóptero para o Centro Espacial Johnson, da NASA, em Houston. A Crew-1 ficou praticamente uma semana a mais na ISS e precisou se manter um pouco apertada por lá, dividindo espaço com as outras duas missões em curso — a Crew-2 e a Expedição 65.

A seguir, o momento em que a cápsula pousa, no chamado "splashdown":

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A cápsula Resillience retornará para o Dragon Lair, da SpaceX, onde passará por uma série de inspeções. E a próxima missão tripulada da NASA em parceria com a SpaceX tem previsão de ser lançada ainda em outubro deste ano, enquanto a Crew-2 retorna para a Terra no mesmo mês. Todos estes voos fazem parte do Programa de Tripulação Comercial da NASA, que tem como objetivo um “transporte seguro, confiável e econômico de e para a Estação Espacial Internacional”, realizando tudo isso com empresas privadas e estadunidenses e, assim, acabando com a parceria com os russos, que faziam esse transporte desde 2011, com o fim do programa dos ônibus espaciais.

O evento completo você confere abaixo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: