Mercado fechado

SpaceX pode lançar menos satélites Starlink do que o previsto

É possível que a SpaceX não precise ter mais de 40 mil satélites Starlink em órbita para oferecer serviços de internet aos seus clientes. É o que disse Gwynne Shotwell, diretora de operações na SpaceX, nesta semana. Há algum tempo, a empresa havia solicitado autorização para aumentar a quantidade de satélites lançados ao espaço.

Segundo Shotwell, a empresa planeja, sim, enviar mais satélites para a órbita terrestre, já que mais pessoas estão interessadas no serviço. Mas “não acho que vamos precisar de 40 mil satélites para oferecer um bom serviço em todo o mundo”, afirmou ela a repórteres.

A SpaceX já soma mais de 2.500 satélites Starlink lançados, incluindo protótipos e versões de testes (Imagem: Reprodução/SpaceX/Twitter)
A SpaceX já soma mais de 2.500 satélites Starlink lançados, incluindo protótipos e versões de testes (Imagem: Reprodução/SpaceX/Twitter)

A SpaceX deu os primeiros passos do projeto dos satélites de internet em 2015. Nnaquela época, a empreitada ainda não se chamava “Starlink”, e a empresa já havia enviado documentos para instituições reguladoras internacionais para levar cerca de 4 mil satélites à órbita baixa da Terra. Depois, a SpaceX recebeu permissão para lançar até 12 mil deles.

Em um próximo passo, a empresa solicitou a uma reguladora internacional a permissão para lançar até 30 mil satélites. Segundo dados da Agência Espacial Europeia, em janeiro de 2022 já havia mais de 12 mil satélites de diferentes instituições lançados, sendo que apenas 4.900 deles ainda estavam em operação.

Na época, a SpaceX afirmou que os novos satélites eram necessários para atender a futura demanda de internet. "Conforme cresce a demanda por internet rápida e de qualidade em todo o mundo, especialmente para aqueles em que a conectiviade é inexistente, cara demais ou não é confiável, a SpaceX está dando passos para aumentar a capacidade total da rede Starlink e a densidade de dados, para atender o crescimento das necessidades dos usuários", disseram, em um comunicado.

Desde 2019, a SpaceX já implantou mais de 3 mil satélites Starlink e, de acordo com Shotwell, a próxima geração de satélites terá antenas melhores e capacidades aprimoradas. Com os novos recursos, eles acreditam que será necessário lançar menos unidades do que o estimado inicialmente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: