Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,65 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,28
    +0,01 (+0,02%)
     
  • OURO

    1.856,60
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    32.660,19
    +367,13 (+1,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    668,06
    +58,07 (+9,52%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,02 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.447,85
    -479,95 (-1,60%)
     
  • NIKKEI

    28.618,05
    -13,40 (-0,05%)
     
  • NASDAQ

    13.432,00
    +70,50 (+0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6547
    +0,0027 (+0,04%)
     

SpaceX: nave de cargas Dragon faz 1º desacoplamento autônomo na ISS

Daniele Cavalcante
·2 minuto de leitura

A SpaceX entrou para a história mais uma vez ao se tornar a primeira empresa a fazer com que uma nave de carga estadunidense desacoplasse da Estação Espacial Internacional (ISS) de maneira autônoma. A manobra aconteceu nesta terça-feira (12), quando a CRS-21 Cargo Dragon se afastou do módulo Harmony e começou a se preparar para retornar à Terra.

O retorno deveria ter ocorrido na segunda-feira (11), mas, devido às más condições climáticas, a NASA e a SpaceX decidiram adiar o processo. A missão foi lançada à ISS no dia 6 de dezembro para levar suprimentos para a tripulação da estação orbital. O evento de desacoplamento autônomo foi transmitido ao vivo pela NASA.

Anteriormente, as espaçonaves Dragon eram atracadas à ISS com a ajuda do grande braço robótico canadarm2, que usa um artefato específico do tipo "presilha" para acoplar a Dragon no segmento estadunidense da ISS, bem como para soltá-la no processo de desacoplamento.

Com a missão CRS-21, será a primeira vez que uma cápsula com experimentos científicos chega à Flórida desde a época dos ônibus espaciais, encerrados em 2011. Leva cerca de 36 horas para que a Cargo Dragon finalmente chegue de volta ao nosso planeta, ou seja, ela fará a amerissagem (pouso na água) no Golfo do México nesta quarta-feira (13), trazendo consigo 2.500 km de experimentos científicos entre suas cargas.

Entre os experimentos científicos estão o Cardinal Heart , que estuda como as mudanças na gravidade afetam as células cardiovasculares dos astronautas; o Space Organogenesis, que demonstra o crescimento de botões de órgãos 3D a partir de células-tronco humanas; o experimento de adesão e corrosão bacteriana, que identifica os genes bacterianos usados ​​durante o crescimento de biofilme; a produção de fibra óptica em microgravidade; e o Rodent Research-23, que trará de volta ratos vivos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: