Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.109,12
    -430,68 (-0,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.276,16
    +593,97 (+1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,32
    +1,57 (+2,63%)
     
  • OURO

    1.713,70
    -19,90 (-1,15%)
     
  • BTC-USD

    51.002,64
    +3.346,68 (+7,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.020,43
    +32,33 (+3,27%)
     
  • S&P500

    3.836,32
    -33,97 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    31.411,23
    +19,71 (+0,06%)
     
  • FTSE

    6.675,47
    +61,72 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.731,50
    -323,75 (-2,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8047
    -0,0574 (-0,84%)
     

SpaceX levanta US$ 850 milhões em investimentos e passa a valer US$ 74 bilhões

Rui Maciel
·4 minuto de leitura

A SpaceX, empresa espacial de Elon Musk, anunciou uma nova — e gigantesca — rodada de investimentos. A companhia levantou US$ 850 milhões na última semana, o que fez com que seu valor de mercado passasse a ser de US$ 74 bilhões. As informações são da CNBC.

Ainda segundo a publicação, a companhia levantou os novos fundos a US$ 419,99 por ação. Esse último aporte também representa um salto de cerca de 60% na avaliação da empresa em relação à rodada anterior, realizada em agosto último, quando a SpaceX levantou cerca de US$ 2 bilhões, sendo avaliada ali em US$ 46 bilhões.

Para além de um caixa mais robusto, o novo aporte também ajudou a enriquecer alguns funcionários e investidores. Isso porque eles puderam vender US$ 750 milhões em uma transação secundária. A SpaceX não é uma empresa de capital aberto e as negociações para essa rodada foram privadas. A mesma fonte informou a CNBC que a companhia de Musk levantou apenas uma parte do capital disponível no mercado, já que ela teria recebido uma "demanda insana" de interessados em investir, com cerca de US$ 6 bilhões em ofertas em três dias.

Starlink tomando forma

A entrada do novo capital ocorre no momento em que a SpaceX está tocando, simultaneamente, dois projetos que exigem um fluxo de caixa intenso.

Um deles é o Starlink, considerado o seu mais ambicioso projeto. Musk quer construir uma constelação de internet interconectada com milhares de satélites e projetada para fornecer banda larga de alta velocidade e baixa latência a clientes em qualquer lugar do mundo. A estimativa é que construir essa rede custe à SpaceX cerca de US$ 10 bilhões — ou mais. No entanto, Musk estima que o negócio possa gerar US$ 30 bilhões por ano, o que equivale a 10 vezes a receita anual de seus negócios já existentes.

Até o momento, a SpaceX já colocou em órbita mais de mil satélites Starlink e já começou a lançar o serviço inicial, em uma versão beta pública, para clientes nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido. A empresa recentemente ampliou o escopo desta edição de testes, permitindo que usuários em potencial reservem o serviço por US$ 99, além dos custos de adquirir o kit de instalação. Os interessados estão recebendo mensagens de que a SpaceX está “visando a cobertura em sua área de meados ao final de 2021”, enquanto outros anúncios dão conta de que isso ocorrerá em 2022.

Na última semana, a SpaceX revelou, a partir de um documento da Federal Communications Commission (FCC - o órgão do governo do governo norte-americano que regulamenta as telecomunicações no país), que o Starlink tem “mais de dez mil usuários nos Estados Unidos e no exterior”, em pouco mais de três meses, desde o início do beta público.

Outro movimento reiterado por Musk na semana passada dá conta de que a SpaceX planeja, eventualmente, separar o Starlink da SpaceX e abrir o seu capital na bolsa de valores. Ele afirmou que o projeto “precisa passar por um abismo profundo de fluxo de caixa negativo no próximo ano. E assim que pudermos prever o fluxo de caixa de forma razoavelmente precisa, a Starlink fará o IPO”.

Starship

O outro grande projeto da SpaceX, envolvendo o foguete Starship, ainda não está em uma fase tão robusta, se comparado ao Starlink. A empresa de Musk vem, continuamente, construindo e testando protótipos do veículo espacial na vila de Boca Chica, no Texas. A empresa lançou com sucesso várias versões de teste do Starship, incluindo alguns voos curtos bem-sucedidos. No entanto, seus dois voos de alta altitude mais recentes, apesar de passar por vários marcos de desenvolvimento, explodiram durante as tentativas de pouso.

Os protótipos do Starship são construídos em aço inoxidável, já que a SpaceX planeja desenvolver uma frota de foguetes que seja reutilizável, numa espécie de evolução de como acontece com os atuais foguetes Falcon 9. A empresa está desenvolvendo o Starship com o objetivo de transportar até 100 pessoas, além de cargas, em missões a destinos como Lua e Marte.

Apesar de os dois últimos protótipos do Starship terem explodido nas tentativas de pouso, a SpaceX considerou que houve avanços significativos no desenvolvimento do projeto. O próximo protótipo já está instalado na plataforma de lançamento da empresa, e o próximo voo de teste está previsto para acontecer dentro de algumas semanas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: