Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.466,50
    -144,35 (-0,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

SpaceX | Foguete Falcon Heavy voa pela 5ª vez com a missão militar USSF-67

Neste domingo (15), a SpaceX lançou a missão USSF-67, da Força Espacial dos Estados Unidos, com um foguete Falcon Heavy. O veículo deixou a plataforma 39A, do Centro Espacial Kennedy, às 19h56 no horário de Brasília, levando diferentes cargas úteis à órbita geoestacionária da Terra.

Os propulsores laterais do foguete se separaram cerca de dois minutos e meio depois do lançamento; após quatro minutos na missão, o segundo estágio do Falcon Heavy se separou do central. Passados aproximadamente oito minutos e meio desde o momento em que o foguete deixou a plataforma, os propulsores laterais retornaram para pousar.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Já o estágio central do foguete foi descartado em direção ao oceano Atlântico e não foi recuperado, porque os requisitos de performance da missão não incluíram combustível suficiente para o retorno do componente à Terra. A SpaceX encerrou a transmissão após o pouso dos propulsores e, a pedido do governo norte-americano, não exibiu imagens da carga útil e do segundo estágio.

Cerca de seis horas após o lançamento, o Comando de Sistemas Espaciais confirmou o sucesso da missão. “Tivemos outro lançamento fantástico hoje em um Falcon Heavy”, comemorou o major general Stephen Purdy. O pouso dos propulsores representou a 163º e 164º recuperação de sucesso da SpaceX, que irá prepará-los para missões futuras.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Nesta missão, a carga útil primária era o satélite de comunicação Continuous Broadcast Augmenting SATCOM (CBAS)-2, usado pela Força Espacial para a retransmissão de daods de outros satélites. Outra “passageira” a bordo era a Long Duration Propulsive ESPA, um adaptador de cargas úteis que carregava cinco cargas militares; duas eram pequenos satélites do Comando de Sistemas Espaciais, e as demais foram desenvolvidas pelo Escritório de Capacidades Rápidas Espaciais.

A USSF-67 é a primeira missão de segurança nacional lançada neste ano pela Força Espacial estadunidense, sendo também o quinto voo do veículo. Considerado um dos foguetes mais poderosos do mundo em operação, o Falcon Heavy é usado principalmente em lançamentos de missões governamentais, enquanto grande parte das operadoras de satélites adotam opções mais econômicas para seus lançamentos.

Abaixo, você confere a transmissão completa do lançamento:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: