Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.961,24
    -43,58 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

SpaceX oferecerá opção de internet para veículos em movimento

SpaceX anunciou que vai oferecer o sistema de internet por satélite da Starlink para veículos em movimento (Getty Image)
SpaceX anunciou que vai oferecer o sistema de internet por satélite da Starlink para veículos em movimento (Getty Image)
  • Starlink utilizará satélites da SpaceX para fornecer internet para veículos;

  • A ideia é disponibilizar sinais para áreas remotas e com pouca cobertura;

  • Empresa de Musk pretende expandir a modalidade para aviões no futuro.

A SpaceX, empresa de Elon Musk, anunciou que vai oferecer o sistema de internet por satélite da Starlink para veículos em movimento.

De acordo com o site da companhia, o Starlink Caravana tem a capacidade de se conectar a diversos satélites, concedendo uma conectividade mais consistente durante a movimentação de carros, caminhões e ônibus.

Em uma nota oficial, a operadora afirmou que todos os usuários do serviço com a antena Starlink Flat High Performance para carros irão receber o suporte para a nova atualização.

A premissa é que o condutor tenha acesso a um sinal portátil em qualquer destino onde a companhia tenha cobertura. Em outubro deste ano, Musk fez uma postagem dizendo que que o serviço “funciona em qualquer objeto terrestre em movimento”.

A corporação diz que a novidade pretende atingir pessoas que viajam para locais onde a conectividade não seja confiável ou indisponível. A rede estava sendo testada pela empresa há alguns anos, mas apenas agora teve a autorização da Comissão Federal de Comunicações dos EUA para o funcionamento.

A rede deve começar a funcionar em dezembro de 2022 a um custo de R$ 2 mil, comando a impostos pelo equipamento e pacotes mensais podendo custar R$ 280. Já no Brasil, a cobertura abrange quase toda a região Centro-Sul e parte do estado do Amazonas.

Apesar de ser focada em redes para carros e motorhomes, a ideia da SpaceX é em um futuro próximo também oferecer a rede Starlink em movimento para uma série de outros serviços, como para empresas aéreas implementarem em aviões.