Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.925,86
    -309,90 (-0,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.445,22
    +637,01 (+1,33%)
     
  • PETROLEO CRU

    94,24
    +2,31 (+2,51%)
     
  • OURO

    1.802,60
    -11,10 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    24.129,59
    +465,11 (+1,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    571,38
    -3,36 (-0,58%)
     
  • S&P500

    4.207,27
    -2,97 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    33.336,67
    +27,16 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.333,75
    -58,25 (-0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3246
    +0,0782 (+1,49%)
     

SP será a quinta cidade brasileira com 5G puro a partir de quinta-feira

A capital paulista será a quinta cidade brasileira a receber o 5G puro, a partir desta quinta-feira (4). O 5G que funciona na faixa de frequência de 3,5 GHz será liberada em São Paulo após ter sido lançada também em Brasília (DF), João Pessoa (PB), Porto Alegre (RS) e Belo Horizonte (MG).

Para antecipar o 5G em São Paulo, as operadoras fizeram uma força-tarefa para conseguir filtros que pudessem evitar interferências em boa parte das torres de comunicação. Segundo o leilão do 5G, a empresas precisam ter uma antena a cada 100 mil habitantes no início das operações. Tim, Claro e Vivo deveriam ativar 462 estações até o fim de setembro, e, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), esta terça (2) já haviam quase 1,4 mil pedidos de licenciamento na faixa de 3,5 GHz — isso representa quase o triplo do esperado para este ano.

Vale destacar que o prazo para início do 5G nas capitais brasileiras estava previsto para o dia 31 de julho, contudo, foi prorrogado por mais 60 dias, principalmente por conta de escassez de produtos importados da China. Mas, com a agilidade na disponibilização de antenas com filtros de interferência e os pedidos de instalação adiantados,será possível já ter a quinta geração de internet móvel na capital paulista.

Entre as localidades atendidas inicialmente estarão o Centro Histórico, a região da Avenida Paulista e no Itaim Bibi. Já os bairros da Aclimação, da Mooca e do Brás também estão na lista, mas terá conectividade limitada na estreia. A previsão é toda a capital paulista esteja coberta até o final de setembro, que é prazo final após a prorrogação.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos