Mercado abrirá em 1 h 44 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,96
    +0,19 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.851,10
    -4,10 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    32.130,40
    -1.273,09 (-3,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    647,61
    +0,29 (+0,04%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.675,97
    +37,12 (+0,56%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.431,75
    -43,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Sony retira Cyberpunk 2077 da PlayStation Store

Sam Nussey e Anna Pruchnicka
·1 minuto de leitura

Por Sam Nussey e Anna Pruchnicka

TÓQUIO/GDANSK (Reuters) - A Sony retirou o videogames "Cyberpunk 2077" da PlayStation Store apenas uma semana depois de seu lançamento, devido a reclamações de problemas técnicos no game desenvolvido pela polonesa CD Projekt.

O RPG, anunciado como uma "história de ação e aventura em mundo aberto ambientada em ... uma megalópole obcecada por poder, glamour e modificação corporal", foi adiado três vezes antes de sua estreia.

A medida incomum da Sony é outro golpe para a CD Projekt, maior desenvolvedora de games da Polônia, cujas ações despencaram na semana passada, com fãs e críticos de jogos atacando o título.

A CD Projekt, cujas ações caíam cerca de 12% nesta sexta-feira, disse que a remoção era temporária e que estava trabalhando para trazer Cyberpunk de volta à PlayStation Store o mais rápido possível.

O presidente-executivo da empresa, Adam Kicinski, disse que preferia lançar o jogo com menos bugs, mas não considerou adiá-lo pela quarta vez.

"Estamos muito decepcionados com essa informação, que mostra que o jogo não estava pronto para ser lançado em dezembro e a decisão de lançá-lo foi um grande erro", disse Kacper Kopron, analista da corretora Trigon DM.