Mercado abrirá em 54 mins
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,97
    -0,18 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.816,20
    +1,70 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    38.006,41
    -294,32 (-0,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    943,20
    +16,44 (+1,77%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.110,35
    -13,51 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.110,25
    +36,75 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0802
    -0,0381 (-0,62%)
     

Sono vs café: cafeína até desperta, mas não te deixa mais esperto, diz estudo

·1 minuto de leitura

Apesar de despertar, a cafeína pode não melhorar a função cognitiva, deixando a pessoa apta a ainda cometer erros que ocorrem devido à privação de sono. Pelo menos, é isso o que diz um novo estudo, publicado no no Journal of Experimental Psychology.

Os 276 participantes do estudo precisaram completar tarefas de dificuldade variada enquanto estavam acordados e alertas, e mais tarde, foram divididos. Alguns ficaram acordados a noite toda no laboratório, outros foram para casa dormir. Alguns dos participantes receberam uma grande quantidade de cafeína (200 miligramas) antes de completar a segunda tarefa, enquanto outros receberam um placebo, e os resultados foram comparados para ver se a cafeína anularia o prejuízo causado pela falta de sono.

(Imagem: Jessica Lewis/Unsplash)
(Imagem: Jessica Lewis/Unsplash)

Os resultados mostraram que a ingestão de cafeína ajudou o grupo a completar a tarefa, mas não melhorou significativamente o desempenho nas tarefas quando comparados ao grupo de controle, que estavam privados de sono e não tomaram cafeína.

O estudo não esclareceu por que a privação de sono prejudica as tarefas cognitivas, mas notou que ela resulta em piora na memória de trabalho, na atenção e na tomada de decisões. Mas o artigo afirma que a cafeína foi extremamente útil para forçar os participantes a concluírem suas tarefas (o que às vezes é suficiente) e considerou apenas um conjunto limitado de tarefas. É possível, portanto, que a cafeína possa ajudar em áreas não analisadas pelo estudo, mas isso exigiria mais pesquisas.

Você pode ver o estudo completo aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos