Mercado fechará em 2 mins
  • BOVESPA

    111.163,12
    -2.267,42 (-2,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.649,83
    +85,56 (+0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,41
    -2,46 (-3,12%)
     
  • OURO

    1.942,00
    -3,30 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    23.070,81
    -108,07 (-0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    521,85
    +279,17 (+115,04%)
     
  • S&P500

    4.060,59
    -16,01 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    33.789,68
    -296,36 (-0,87%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    -10,59 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.126,00
    -26,00 (-0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5531
    +0,0375 (+0,68%)
     

Sonda Juno enfrenta falha após 47º sobrevoo por Júpiter

Enquanto orbitava Júpiter coletando dados de sua lua Io, a sonda Juno passou por problemas técnicos na transmissão. Após alguma preocupação com a possível perda de dados científicos do 47º sobrevoo, os cientistas conseguiram contornar o problema.

No dia 14 de dezembro, a espaçonave da NASA completou mais uma passagem próxima a Júpiter, mas, enquanto enviada seus dados para os controladores de missão, a conexão foi perdida.

Ainda não há certeza sobre a causa do problema, mas provavelmente se trata de uma interferência da radiação intensa na magnetosfera do planeta gigante. A magnetosfera de um planeta é responsável por bloquear grande parte das partículas de vento solar.

Com a interferência, o acesso direto à memória da sonda foi perdido, impedindo o download dos dados científicos coletados durante o sobrevoo. Então, os controladores da missão no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA reiniciaram o computador de bordo colocaram a espaçonave em modo de segurança, desligando os sistemas não essenciais.

Conceito artístico da magnetosfera de Júpiter (Imagem: Reprodução/NASA)
Conceito artístico da magnetosfera de Júpiter (Imagem: Reprodução/NASA)

Finalmente, em 22 de dezembro, o link com a nave foi recuperado e as etapas para recuperar os dados do sobrevoo n. 47 foram bem sucedidas. Segundo a NASA, não houve perda dos dados e o download já está em andamento. A agência espacial informa ainda que o restante das informações coletadas sejam seja recebido na próxima semana.

Quando tudo estiver concluído, os pesquisadores verificarão a integridade dos dados. Se tudo correr bem, a Juno voltará a funcionar com todos os seus instrumentos científicos na semana seguinte após a análise do pacote de informações, preparando-se para o próximo sobrevoo por Júpiter, em 22 de janeiro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: