Mercado fechará em 3 h 32 min
  • BOVESPA

    117.131,93
    +901,81 (+0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.782,44
    -264,14 (-0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,39
    +0,87 (+1,01%)
     
  • OURO

    1.717,90
    -12,60 (-0,73%)
     
  • BTC-USD

    20.115,03
    +114,85 (+0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,31
    -3,10 (-0,68%)
     
  • S&P500

    3.757,26
    -33,67 (-0,89%)
     
  • DOW JONES

    30.124,76
    -191,56 (-0,63%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.531,50
    -109,25 (-0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1365
    -0,0314 (-0,61%)
     

Sonda da NASA tira nova foto do rover chinês na superfície de Marte

·2 min de leitura

Em maio, a China fez história ao pousar o rover Zhurong em Marte — especificamente na região de Utopia Planitia, a maior bacia de impacto conhecida no Sistema Solar. Atualmente, o rover já está se deslocando pela superfície de Marte, indo em direção sul, o que acaba de ser confirmado pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), da NASA, que orbita o Planeta Vermelho desde 2006 e que produziu um novo registro do veículo no dia 11 de junho.

A equipe responsável pela câmera HiRISE ("High Resolution Imaging Science Experiment"), que equipa a MRO, publicou a nova imagem nesta semana. A foto mostra o rover e os rastros deixados pelo seu movimento, conforme vai se afastando da plataforma de pouso que o levou até a superfície de Marte. “O local de pouso continua com cores diferentes devido à remoção da poeira marciana durante o pouso, e o movimento do rover Zhurong, em direção ao sul, pode ser visto ao comparar as duas imagens”, descreveu a equipe.

A nova imagem do Zhurong feita pela MRO (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/UArizona)
A nova imagem do Zhurong feita pela MRO (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/UArizona)

Eles se referiram a outro registro recente, produzido pela MRO no dia 6 de junho. Naquela imagem, é possível visualizar alguns componentes como o escudo de calor, escudo traseiro e paraquedas, que ajudaram o rover e seu módulo de pouso a descer em segurança até a superfície marciana.

A imagem anterior, que mostra o rover e alguns componentes usados para o pouso (Imagem: Reprodução/NASA/JPL/UArizona)
A imagem anterior, que mostra o rover e alguns componentes usados para o pouso (Imagem: Reprodução/NASA/JPL/UArizona)

O rover Zhurong já está explorando o planeta e deverá seguir em operação durante 90 dias para analisar a composição da superfície marciana, estudar a estrutura interna de Marte, procurar por sinais de água de gelo, entre outros objetivos.

A sonda MRO já passa dos 15 anos de operação na órbita marciana e vem estudando a geologia e o clima do planeta, buscando sinais de água em Marte e procurando possíveis locais favoráveis para pousos de missões futuras, sejam elas tripuladas ou robóticas. Como as imagens do rover Zhurong mostram, a MRO também acompanha os robôs que estão por lá — ao longo dos anos de atividades, a câmera HiRISE fotografou os landers Phoenix e InSight, além dos rovers Spirit, Opportunity, Curiosity e Perseverance.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: