Mercado fechará em 3 h 5 min
  • BOVESPA

    111.225,84
    +553,09 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.371,37
    -31,33 (-0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,37
    +0,41 (+0,49%)
     
  • OURO

    1.784,20
    +13,70 (+0,77%)
     
  • BTC-USD

    66.850,71
    +4.260,16 (+6,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.549,93
    +69,13 (+4,67%)
     
  • S&P500

    4.538,58
    +18,95 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.619,23
    +161,92 (+0,46%)
     
  • FTSE

    7.223,10
    +5,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    26.136,02
    +348,81 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    29.255,55
    +40,03 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    15.411,00
    +12,50 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4623
    -0,0339 (-0,52%)
     

Sonda BepiColombo chegou a Mercúrio! Veja as primeiras fotos

·2 minuto de leitura

A sonda BepiColombo, resultado de uma parceria entre a Agência Espacial Europeia (ESA) e a japonesa JAXA, foi lançada em 2018 com destino a Mercúrio. E, nesta última sexta-feira (1º), a sonda sobrevoou o planeta para conseguir assistência gravitacional, fazendo sua primeira aproximação. O sobrevoo rendeu também as primeiras fotos, que permitem identificar algumas grandes crateras de impacto na superfície do primeiro e menor planeta do Sistema Solar.

A maior aproximação aconteceu às 20h34, no horário de Brasília. Naquele momento, a nave sobrevoou Mercúrio a 199 km de sua superfície, e suas câmeras de monitoramento produziram registros do nosso vizinho em preto e branco. As fotos foram feitas cerca de cinco minutos depois da aproximação e até 4h depois. Como a nave passou pelo lado noturno do planeta, não havia iluminação adequada para capturar imagens diretas quando estava mais próxima da superfície.

Imagem feita a cerca de 2.418 km de Mercúrio, que mostra parte do hemisfério norte do planeta (Imagem: Reprodução/ESA/BepiColombo/MTM)
Imagem feita a cerca de 2.418 km de Mercúrio, que mostra parte do hemisfério norte do planeta (Imagem: Reprodução/ESA/BepiColombo/MTM)

Por isso, a imagem mais próxima foi feita a 1.000 km de distância de Mercúrio. Esse material, junto dos dados científicos dos instrumentos que equipam a sonda, foram produzidos durante o encontro, e a equipe da missão fez o download das informações durante a manhã de sábado. “O sobrevoo foi perfeito do ponto de vista da nave, e é incrível que conseguimos finalmente ver nosso planeta-alvo”, disse Elsa Montagnon, gerente de operações de nave na missão.

Parte do hemisfério sul de Mercúrio (Imagem: Reprodução/ESA/BepiColombo/MTM)
Parte do hemisfério sul de Mercúrio (Imagem: Reprodução/ESA/BepiColombo/MTM)

Ao ver as imagens, você irá perceber que a superfície de Mercúrio tem crateras que até lembram um pouco aquelas da Lua — contudo, o planeta tem uma história bem diferente daquela do nosso satélite natural. Assim, quando a missão científica principal da BepiColombo começar, os orbitadores Mercury Planetary Orbiter (da ESA) e Mercury Magnetospheric Orbiter (da JAXA) vão estudar aspectos do planeta que vão desde seu núcleo até o campo magnético.

O amanhecer em Astrolabe Rupes, uma formação geológica de 250 km de extensão (Imagem: ReproduçãoESA/BepiColombo/MTM)
O amanhecer em Astrolabe Rupes, uma formação geológica de 250 km de extensão (Imagem: ReproduçãoESA/BepiColombo/MTM)

A missão científica principal da BepiColombo está programada para acontecer no início de 2026 e, para isso, a nave precisa de alguns sobrevoos em diferentes planetas: um na Terra, dois em Vênus e outros seis em Mercúrio, que, junto do sistema de propulsão elétrica da nave, irão ajudá-la a alcançar seu destino de uma vez por todas. Agora, o próximo sobrevoo de Mercúrio deverá acontecer em junho de 2022.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos