Mercado fechará em 4 h 4 min
  • BOVESPA

    109.136,01
    -1.650,42 (-1,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.779,19
    -519,01 (-0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,16
    -1,26 (-1,51%)
     
  • OURO

    1.782,00
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    63.928,56
    -2.761,16 (-4,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.510,17
    -24,48 (-1,60%)
     
  • S&P500

    4.539,50
    +3,31 (+0,07%)
     
  • DOW JONES

    35.544,69
    -64,65 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.203,81
    -19,29 (-0,27%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.433,50
    +56,00 (+0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5752
    +0,0556 (+0,85%)
     

Solução de acesso digital promete diminuir os riscos de ataques ransomware

·2 minuto de leitura

Os crimes virtuais direcionados a empresas continuam aumentando por todo mundo, inclusive no Brasil. O país já é o quinto colocado no ranking de nações que mais recebem ataques virtuais, considerando somente os golpes de sequestro virtual (ransomware).

Hoje, 89% das violações de privacidade em computadores ainda estão relacionadas a senhas fracas, reutilizadas ou roubadas, de acordo com o Verizon Data Breach Investigation Report de 2021. Para contornar o problema de lembrar muitas senhas, as empresas têm usado soluções de acesso centralizadas como Single Sign-on (SSO), onde o usuário só precisar logar uma vez para ter acesso aos sistemas, Identity Access Management (IAM), que checa a identidade de quem está acessando os serviços e Privileged Access Management (PAM), que é usada para autenticar os privilégios de quem está se conectando a rede.

O que muita gente não percebe é que um sistema centralizado pode facilitar o trabalho dos criminosos, já que basta muitas vezes eles conseguirem entrar uma vez para ter acesso a todas as ferramentas disponíveis nessas redes, além de poder implementar ataques ransomware.

É pensando especificamente nos crimes de ransomware e na questão da facilidade de invasões que a MyCena disponibiliza várias opções de sistemas de segurança, controle e gerenciamento com o objetivo de descentralizar o acesso e combater ataques maliciosos.

Para Julia O’Toole, CEO da MyCena Security Solutions, o acesso centralizado em sistemas expõe empresas a ataques de ransomware, e por isso, uma solução descentralizadora cria um novo ambiente, mais seguro, onde não há um ponto único de entrada em que criminosos possam infectar toda a rede.

Como funciona

<em>Ilustração mostrando as camadas de acesso das soluções MyCena. (Imagem: Divulgação/MyCena)</em>
Ilustração mostrando as camadas de acesso das soluções MyCena. (Imagem: Divulgação/MyCena)

As soluções da MyCena para proteção da rede incorporam estratégias que permitem a segmentação de sistemas, além da criação de senhas fortes e exclusivas para esses serviços. A ferramenta também permite a descentralização e proteção de credenciais e o preenchimento automático de senhas criptografadas em sistemas individuais.

As plataformas de segurança da MyCena também permitem o registro de eventos por credenciais, ou seja, separado por usuários, sem que nenhum funcionário tenha acesso a senhas ou qualquer outras informações sensíveis de outros colegas de trabalho, removendo os riscos de exposição de dados, fraudes e phishing. Essas soluções de segurança da MyCena funcionam de tal forma que só o administrador registrado pode acessar as configurações mais sensíveis, a partir de combinações de impressão digital, identificação facial, PIN, padrões de bloqueio e senhas.

Por fim, as soluções de segurança disponibilizadas pela MyCena impedem ataques ransomware a partir de configurações completas de aberturas de portas de rede e de transmissões de dados. Essa abordagem, que segundo a empresa pode ser totalmente customizada pelos administradores de rede, diminui o risco de movimentação lateral, ou seja, movimentação dos vírus pelas máquinas conectadas nas redes, evitando que ataques de ransomware ou outros tipos de malware possam se espalhar.

Confira mais informações no site oficial da MyCena.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos