Mercado abrirá em 4 h 7 min
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,11 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,12 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,45
    +0,55 (+0,85%)
     
  • OURO

    1.837,00
    +5,70 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    58.401,02
    +233,55 (+0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.559,43
    +123,65 (+8,61%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.142,73
    +13,02 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.595,66
    -14,99 (-0,05%)
     
  • NIKKEI

    29.518,34
    +160,52 (+0,55%)
     
  • NASDAQ

    13.673,50
    -36,25 (-0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3645
    -0,0006 (-0,01%)
     

Soja certificada RTRS soma 4,6 mi t no mundo em 2020 e pode crescer até 20% em 2021

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A produção global de soja certificada atingiu 4,6 milhões de toneladas em 2020, alta de 15% ante 2019, apontou nesta quarta-feira a Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS, na sigla em inglês), que projeta novo aumento em 2021.

"A produção de soja certificada RTRS segue em pleno crescimento ao redor do mundo. Com muito esforço, apesar da pandemia, a agricultura consegue se sobressair. O balanço do ano passado comprova essa tendência", disse a RTRS em nota.

Segundo o consultor externo da RTRS no Brasil, Cid Sanches, a sustentabilidade combinada com a rastreabilidade de toda a cadeia produtiva são a chave para esses resultados.

Em 2020, o Brasil (maior produtor e exportador global) seguiu na liderança da lista dos países com maior produção de soja certificada, com aproximadamente 3,7 milhões de toneladas do total. O país, contudo, produziu cerca de 125 milhões de toneladas da oleaginosa no ano passado.

Outros países com relevância na soja RTRS são: Paraguai, Argentina e Uruguai, disse a entidade.

No último trimestre de 2020, 11 novos produtores certificaram sua produção no Brasil e na Argentina pela primeira vez, somando 286.588 toneladas de grãos certificados.

No Brasil, entre os novos produtores certificados, a associação destacou o Grupo Hervalense, que produz mais de 90 mil toneladas de soja certificada em uma área de 23.709 hectares no Estado de Mato Grosso.

"A expectativa é de que em 2021 o volume de produção de soja certificada continue crescendo na ordem de 15% a 20%, impulsionando boas práticas agrícolas...", disse Sanches.

A obtenção do selo RTRS é a garantia do compromisso de diversas empresas com maior sustentabilidade, transparência e rastreabilidade em toda a cadeia de valor da soja.

A plataforma global RTRS, responsável por auditar os cultivos, viabiliza prêmios pagos sobre o preço da soja aos agricultores que seguem os elevados rigores ambientais e sociais exigidos pelo sistema.

(Por Roberto Samora)