Mercado fechado
  • BOVESPA

    123.576,56
    +1.060,82 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,26
    -0,30 (-0,43%)
     
  • OURO

    1.813,00
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    38.308,15
    -1.417,83 (-3,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    935,13
    -8,31 (-0,88%)
     
  • S&P500

    4.423,15
    +35,99 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    35.116,40
    +278,24 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.105,72
    +24,00 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.518,64
    -123,19 (-0,45%)
     
  • NASDAQ

    15.034,00
    -12,25 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1731
    +0,0076 (+0,12%)
     

SoftBank faz primeira investida no Chile, em startup de saúde

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A japonesa SoftBank Group, que investiu bilhões de dólares em startups latino-americanas nos últimos anos, deu sua primeira tacada no Chile, participando de uma rodada de financiamento de US$ 60 milhões para a Betterfly, que atua com tecnologia em saúde.

A SoftBank se juntou a DST Global Partners, QED Investors, Valor Capital e Endeavor Catalyst na rodada de financiamento que avaliou a novata sediada em Santiago em US$ 300 milhões, segundo a própria.

A Betterfly se descreve como uma empresa de tecnologia voltada para o segmento de seguros, ou “insurtech”. A companhia opera uma plataforma de benefícios digitais na qual as empresas recompensam funcionários com hábitos saudáveis, com aumento de apólices de seguro de vida sem custo e a opção de doar para diferentes causas. Entre os benefícios oferecidos estão consultas online, saúde mental, exercícios físicos, aconselhamento nutricional e educação financeira.

Já são mais de 300 empresas clientes e a taxa cobrada é de 2.990 pesos (cerca de US$ 4) por funcionário que ingressa no programa, explicou o CEO Eduardo Della Magiora em entrevista.

A Betterfly registrou forte crescimento durante o surto de coronavírus, à medida que as empresas prestam mais atenção ao bem-estar dos colaboradores. A startup começou a pandemia com cerca de 20 funcionários e agora tem 130. Esse número deve subir para 150 em breve.

A companhia vem trabalhando na expansão internacional nos últimos meses e usará o dinheiro captado para bancar o crescimento também fora do Chile.

“Já temos nosso country officer para o Brasil no Rio de Janeiro, que está montando nossa equipe e preparando nosso lançamento em poucos meses”, disse Della Magiora. “Vamos transferir nossa sede para Miami, que consideramos o hub de inovação perfeito para a expansão na América Latina.”

A Betterfly levantou US$ 18 milhões na rodada de financiamento série A em dezembro, então liderada pela QED. O fundo latino-americano da Softbank já investiu no Brasil, Colômbia, México e Argentina. A carteira de investimentos no Brasil inclui Banco Inter, Gympass, Quinto Andar, MadeiraMadeira e Creditas.

O setor de tecnologia da América Latina bateu recorde no número de operações de capital de risco no ano passado, de acordo com uma associação do segmento.

A chilena NotCo, que produz alimentos processados à base de plantas, recentemente alcançou avaliação de US$ 300 milhões. A maior transação envolvendo uma startup no Chile ocorreu em 2019, quando a Uber Technologies pagou US$ 459 milhões pelo controle acionário da Cornershop, empresa sediada em Santiago especializada na entrega de compras de supermercado.

Della Magiora diz que não está muito preocupado sobre quando alcançará o status de “unicórnio”, conferido a startups avaliadas acima de US$ 1 bilhão.

“Com a velocidade em que estamos crescendo e a enorme oportunidade que enxergamos em toda a região, acho que isso pode acontecer mais cedo ou mais tarde”, afirmou.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos