Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.690,17
    +1.506,22 (+1,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.004,19
    -373,28 (-0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,28
    +0,45 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.691,80
    -8,90 (-0,52%)
     
  • BTC-USD

    48.411,58
    -2.259,50 (-4,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    968,73
    -18,48 (-1,87%)
     
  • S&P500

    3.768,47
    -51,25 (-1,34%)
     
  • DOW JONES

    30.924,14
    -345,95 (-1,11%)
     
  • FTSE

    6.650,88
    -24,59 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.418,25
    -36,75 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7821
    +0,0034 (+0,05%)
     

Softbank busca investir US$ 1 bilhão na América Latina em 2021

Cristiane Lucchesi
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O SoftBank Group Corp. pretende investir cerca de US$ 1 bilhão de seu fundo de private equity dedicado à América Latina neste ano ao mesmo tempo em que a pandemia do Covid-19 ajuda a acelerar o crescimento das empresas de tecnologia da região.

“Estamos vendo muitas oportunidades agora, incluindo empresas do setor de tecnologia agrícola”, disse o administrador do fundo Paulo Passoni.

O fundo de US$ 5 bilhões já investiu US$ 2,3 bilhões em empresas como Banco Inter SA, Rappi SAS e Gympass, e um rali global elevou os preços das ações de empresas de capital aberto fazendo o valor do investimento atingir US$ 3 bilhões em 31 de dezembro, disse ele. E mais está por vir: o preço das ações do Banco Inter já subiu mais de 60% este ano, elevando a participação do fundo na fintech para mais de US$ 1 bilhão, disse Passoni.

O Brasil continuará representando a maior parte dos investimentos, cerca de 70%, mas ele vê oportunidades no México, Argentina e Colômbia.

O Softbank na América Latina também se juntou ao frenesi de ofertas públicas iniciais de ações de empresa de propósito especial para aquisições, as chamadas SPACs, e lançou uma oferta nos Estados Unidos de US$ 250 milhões para a região. Passoni não quis comentar sobre a transação.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.