Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.259,75
    -657,98 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.707,72
    +55,53 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,86 (-2,12%)
     
  • OURO

    1.903,40
    -1,20 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    12.960,75
    +64,17 (+0,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,05
    -1,40 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.465,39
    +11,90 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    28.335,57
    -28,09 (-0,10%)
     
  • FTSE

    5.860,28
    +74,63 (+1,29%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,65 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.516,59
    +42,32 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    11.669,25
    +19,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6639
    +0,0538 (+0,81%)
     

Sobrinho de Bolsonaro é acusado de agredir homem que dormia com ex-mulher no interior de SP

Redação Notícias
·2 minutos de leitura
Foto: Reprodução/G1
Foto: Reprodução/G1

Um homem de 33 anos alega ter sido agredido com um pedaço de madeira, mordido e ameaçado pelo ex-marido da atual namorada identificado como Orestes Campos Bolsonaro, que é sobrinho de Jair Bolsonaro (sem partido), filho da irmã do presidente Denise Bolsonaro. O episódio aconteceu em Barra do Turvo, no interior de São Paulo, na última sexta-feira (2).

De acordo com o G1, o homem agredido, que prefere não se identificar, estava dormindo com a atual namorada, ex-companheira do agressor, quando notou que o suspeito entrou na residência. Quando ambos despertaram, segundo ele, o sobrinho do presidente se preparava para aplicar um golpe em sua cabeça com um pedaço de madeira. O homem alega que foi jurado de morte por diversas vezes.

Orestes teria sido informado de que o homem estava dormindo na casa da ex-mulher e, por esse motivo, decidiu entrar na residência com uma chave que mantinha desde quando ambos viviam juntos. Segundo o jornal, Orestes atacou por diversas vezes o homem, inclusive mordendo o cotovelo da vítima.

Em entrevista ao G1, o homem afirmou que o sobrinho de Bolsonaro ainda “sacou uma arma e atirou dentro da residência, sem se preocupar com os filhos que também estavam na casa”. Enquanto isso, a mulher conseguiu sair da residência com o filho pequeno, que dormia com os dois no sofá e foi para casa de amigos.

Leia também

No dia seguinte, o homem agredido retornou para Eldorado, cidade próxima a Barra do Turno, onde vive com parte da família Bolsonaro. Lá, segundo relatou ao G1, ele se deparou com o carro do agressor o seguindo na rua. O homem, que também estava de carro, deixou o veículo e a confusão recomeçou.

Desta vez, porém, ele revidou as agressões. O vídeo da briga circula pelas redes sociais.

A Secretaria de Segurança Pública informou que a briga foi apaziguada com a chegada da viatura da Polícia Militar. Eles teriam discutido e, logo em seguida, se agrediram e trocaram ofensas. Exames periciais foram solicitados aos institutos Médico Legal (IML) e de Criminalística (IC). O caso foi registrado como lesão corporal, injúria, ameaça e dano pela Delegacia de Eldorado.