Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.817,91
    +1.748,22 (+1,66%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.604,01
    +6,72 (+0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,67
    +3,41 (+5,15%)
     
  • OURO

    1.779,00
    -4,90 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    49.107,66
    +82,26 (+0,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.270,41
    +10,26 (+0,81%)
     
  • S&P500

    4.594,12
    +55,69 (+1,23%)
     
  • DOW JONES

    35.226,36
    +646,28 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.232,28
    +109,96 (+1,54%)
     
  • HANG SENG

    23.349,38
    -417,31 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.846,25
    +128,50 (+0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4194
    +0,0241 (+0,38%)
     

Sobe para seis número de mortos em naufrágio de barco-hotel no Pantanal

·1 min de leitura

RIO — Ao menos seis corpos já foram encontrados vítimas do naufrágio de um barco-hotel, no rio Paraguai, na região do Tagiloma, no Mato Grosso do Sul. Os mortos foram localizados por equipes do Corpo de Bombeiros de Corumbá, a 415 km de Campo Grande. Até o momento, 14 pessoas foram resgatadas após a embarcação afundar, na tarde de sexta-feira, durante o vendaval na região. Uma pessoa continua desaparecida.

Das seis pessoas encontradas sem vida, duas foram identificadas. Fernando Gomes e Geraldo Alves eram passageiros do barco. A embarcação era usada pelo grupo para praticar pesca. Como a contratação do modelo do barco é feita, em geral, direto com o dono ou com quem pilota a embarcação, as informações sobre os passageiros não costumam ser repassadas à Marinha. Isso está dificultando a identificação das vítimas.

Os pescadores relataram que foram surpreendidos pela tempestade de areia que atingiu Corumbá nesta tarde, quando houve um forte vendaval, com ventos acima de 45 km/h e chuva. O grupo era composto por 12 goianos e nove tripulantes que moram na região.

Com auxílio da Marinha e de oficiais de Corumbá, as buscas foram intensificadas na manhã deste sábado. Pelo menos 12 mergulhadores e especialistas na área foram enviados de Campo Grande para a região.

O barco, conhecido na região como barco de esporte e recreio, afundou em trecho do Rio Paraguai, a cerca de 10 km de Corumbá.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos