Sob alta segurança, Zelensky se reúne em Roma com premiê da Itália e papa Francisco

AP - Alessandra Tarantino

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegou neste sábado (13) a Roma, onde se reúne com o presidente italiano, Sergio Matarella, e a primeira-ministra Giorgia Meloni. No Twitter, o líder anunciou que também encontrará o papa Francisco.

Com informações de Emmanuelle Chaze, correspondente da RFI em Kiev, e agências

Por razões de segurança, nenhum detalhe do programa da viagem de Zelensky a Roma foi revelado antecipadamente. Foi o próprio presidente ucraniano quem confirmou o encontro com Matarella, Meloni e o papa, nesta manhã no Twitter. "Uma importante visita para uma vitória da Ucrânia se aproxima", publicou o líder.

O encontro com o presidente e a premiê da Itália deverá se concentrar na questão do apoio militar de Roma à Kiev. Já a reunião com o papa Francisco deve focar nas discussões sobre uma possível missão de paz liderada pelo sumo pontífice, conforme admitiu recentemente o argentino, durante sua visita à Hungria.

O Vaticano também pretende convencer a Rússia de repatriar as crianças ucranianas sequestradas nos territórios ocupados. No mês passado, o religioso se reuniu com o primeiro-ministro ucraniano, Denys Chmygal, que o convidou para visitar a Ucrânia e pediu ajuda para tratar sobre a questão dos menores deportados à Rússia.

A última vez que Francisco e Zelensky se encontraram foi em fevereiro de 2020. O sumo pontífice faz frequentes apelos de paz à Ucrânia e reza pelo povo ucraniano a cada missa dominical no Vaticano. Neste sábado, ele lembrou novamente que a guerra "causa sofrimento e mortes".

Roma sob alta segurança


Leia mais em RFI Brasil

Leia também:
Rússia julga entrega de mísseis britânicos à Ucrânia ato "extremamente hostil” e promete reagir
Ucrânia: Zelensky adia contraofensiva; Reino Unido anuncia envio de mísseis de longo alcance
Rússia afirma que Ucrânia tentou assassinar Putin; Kiev nega ataque com drones no Kremlin