Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.453,59
    -1.614,95 (-1,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.154,24
    +428,28 (+0,84%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,65
    -0,36 (-0,50%)
     
  • OURO

    1.802,20
    +4,20 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    17.257,79
    +443,67 (+2,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    406,88
    +12,20 (+3,09%)
     
  • S&P500

    3.952,10
    +18,18 (+0,46%)
     
  • DOW JONES

    33.661,97
    +64,05 (+0,19%)
     
  • FTSE

    7.472,17
    -17,02 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.640,50
    +131,00 (+1,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5069
    +0,0405 (+0,74%)
     

Lindt ganha direito de vender sozinha coelhinhos de chocolate; entenda

Lindt ainda alegou que a semelhança entre a imitação poderia levar os compradores ao erro (Getty Image)
Lindt ainda alegou que a semelhança entre a imitação poderia levar os compradores ao erro (Getty Image)
  • Lindt entrou na justiça para pedir que produto similar fosse proibido de ser vendido

  • Justiça da Suíça ordenou que concorrente parasse de comercializar o item

  • Marca deverá destruir todo o estoque de coelhinhos de chocolate fabricados

Os coelhinhos de chocolate são marca registrada da Lindt & Spruengli. Literalmente. O mais alto tribunal da Suíça ordenou que a loja de descontos alemã Lidl parasse de vender um produto similar.

A decisão foi tomada depois que a Lindt enviou pesquisas para o tribunal, mostrando que o produto era conhecido pelos consumidores. A empresa ainda alegou que a semelhança entre a imitação poderia levar os compradores ao erro.

A justiça suíça acatou ao pedido e ordenou que o Lidl destruísse o estoque de coelhos de chocolate que tinha. “A destruição é proporcional, especialmente porque não significa necessariamente que o chocolate como tal teria que ser destruído”, disse o magistrado em um resumo do veredicto divulgado.

O coelhinho da Páscoa de chocolate da Lindt é um dos produtos mais vendidos da empresa desde que recebeu o status de marca registrada pela UE em 2000.

Essa não é a primeira vez que a companhia recorre à justiça para proteger os produtos da marca. A fabricante suíça de chocolates premium já travou muitas batalhas nos tribunais para garantir que nenhuma outra companhia copie as criações famosas disponíveis no criações famosas da Lindt.No ano passado, o tribunal federal alemão decidiu que o tom dourado usado na embalagem do coelhinho de Páscoa, criado em papel alumínio, tinha proteção de marca registrada. Ou seja, nenhuma empresa do mundo pode fabricar e comercializar produtos que imitem as criações famosas da Lindt.