Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    23.313,20
    -126,17 (-0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Snapdragon 8cx Gen 4: rival do Apple M2 tem novos detalhes vazados

Esperado para ser apresentado ainda neste ano, o suposto Snapdragon 8cx Gen 4 recebeu uma série de novas informações através do desenvolvedor Kuba Wojciechowski — também responsável por detalhes da plataforma que vazaram anteriormente. As novidades corroboram o que havia sido apontado no passado, indicando que o chip desenvolvido para rivalizar com o Apple M2 deve se aproximar ainda mais de processadores tradicionais para PC, incorporando conectividade bastante robusta e até mesmo suporte a GPUs dedicadas.

Segundo as informações, de codinome Hamoa, o Snapdragon 8cx Gen 4 — nome reforçado por Kuba — deve embarcar uma série de melhorias importantes, começando pela CPU. Serão 12 núcleos, contra 8 da geração anterior, em uma configuração mais encorpada de 8 núcleos de alto desempenho rodando a até 3,4 GHz e 4 núcleos de alta eficiência operando a até 2,5 GHz, desenhados pela Nuvia, a startup composta de ex-engenheiros de AMD, Apple, Intel e outras gigantes comprada pela Qualcomm em 2021.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Esses núcleos também receberiam um conjunto muito mais robusto de cache, havendo 12 MB de cache L2 compartilhado a cada grupo de 4 núcleos, com 8 MB de cache L3 e 12 MB de cache de sistema, bem como 4 MB para a GPU. Turbinado, o sistema de RAM suportaria até 64 GB LPDDR5X em 8 canais, trazendo otimizações para rodar com menor consumo e taxas de transferência que poderiam atingir os 4.200 MT/s.

Nos gráficos, o 8cx Gen 4 embarcaria escolhas curiosas: a GPU integrada seria a Adreno 740, mesma solução do Snapdragon 8 Gen 2. Apesar de focado em smartphones, o chip gráfico é poderoso, suportando recursos como Ray Tracing acelerado por hardware, e receberia ajustes para suportar mais APIs gráficas importantes para o ecossistema Windows, como DirectX 12, Vulkan 1.3, OpenCL e o DirectML, para cargas de trabalho de Inteligência Artificial.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Mais interessante do que isso, a plataforma receberia suporte a placas de vídeo dedicadas com 8 pistas PCIe 4.0 — na prática, isso significa que poderíamos ver laptops com Snapdragon 8cx Gen 4 associados a GPUs de marcas como AMD e Nvidia, para usuários que precisem de maior potência gráfica ou suporte a recursos mais específicos, como a aceleração via CUDA da família GeForce.

Armazenamento e conectividade são outros departamentos que receberam upgrades signficativos: a Qualcomm deve fornecer 4 pistas PCIe 4.0 para SSDs NVMe, ainda que haja opção para até 1 TB do mais eficiente UFS 4.0. Haverá suporte a Wi-Fi 7, com a empresa recomendando o uso de um modem Snapdragon X65 externo, além de uma variedade de portas para o usuário, incluindo duas USB-C 3.2 Gen 2 de 10 Gbps e três USB 4 compatíveis com Thunderbolt 4 (40 Gbps), e munidas de protocolo DisplayPort 1.4a integrado para monitores externos.

No coração da plataforma estarão os núcleos Oryon, desenvolvidas pela equipe da Nuvia — a CPU do Snapdragon 8cx Gen 4 contaria com 12 deles, sendo 8 de alto desempenho e 4 de alta eficiência (Imagem: Qualcomm)
No coração da plataforma estarão os núcleos Oryon, desenvolvidas pela equipe da Nuvia — a CPU do Snapdragon 8cx Gen 4 contaria com 12 deles, sendo 8 de alto desempenho e 4 de alta eficiência (Imagem: Qualcomm)

Tocando justamente nesse ponto, o desenvolvedor explica que o chipset deve ser uma opção atraente para quem utiliza setups com múltiplas telas, já que seria capaz de comportar uma configuração de telas 5K + 4K + 4K simultaneamente, ou formação que exija largura de banda similar, como uma única tela 4K com maior taxa de atualização. Apesar disso, é na codificação e decodificação de vídeo onde estariam algumas das principais melhorias.

As novas estruturas do Snapdragon 8cx Gen 4 poderiam reproduzir vídeos em até 4K a 120 Hz, e renderizar produções em até 4K a 60 Hz, utilizando o promissor codec AV1 em ambos os casos. Segundo Kuba, a codificação de vídeo avançada é um dos maiores diferenciais do Apple Silicon, e trazer uma solução robusta como essa ao Snapdragon poderia fazer os laptops com Windows On ARM finalmente se tornarem mais competitivos para esse tipo de tarefa.

Junto a otimizações desenvolvidas com Adobre e Microsoft, o Snapdragon 8cx Gen 4 aumentaria o poder de processamento de IA em mais de 50% (Imagem: Qualcomm)
Junto a otimizações desenvolvidas com Adobre e Microsoft, o Snapdragon 8cx Gen 4 aumentaria o poder de processamento de IA em mais de 50% (Imagem: Qualcomm)

Fecha o pacote um foco especial da empresa em Inteligência Artificial, com um processador dedicado Hexagon atualizado para fornecer até 45 TOPs para dados no formato INT8 — em comparação, o Snapdragon 8cx Gen 3 entrega 29 TOPs, o que simbolizaria um salto de mais de 55% de desempenho nesse tipo de aceleração. Esse ponto em especial é um dos que dá mais crédito às informações, quando consideramos que Qualcomm, Adobe e Microsoft anunciaram uma parceria para aprimorar o uso de IA em futuros Snapdragon.

Desenvolvido para rivalizar com o Apple M2, o Snapdragon 8cx Gen 4 é esperado para estrear ainda neste ano, durante a Snapdragon Summit. Evento anual preparado para apresentar novas plataformas, a conferência ainda não teve data marcada mas, caso mantenha o cronograma dos anos anteriores, podemos esperar por uma janela entre os meses de novembro e dezembro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: