Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,71
    -0,26 (-0,36%)
     
  • OURO

    1.753,60
    +2,20 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    47.188,91
    -1.031,35 (-2,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,61%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,96 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -2,00 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1959
    -0,0035 (-0,06%)
     

Snapdragon 898 pode ser novo chip premium da Qualcomm com clock acima de 3 GHz

·3 minuto de leitura

Com 2022 cada vez mais próximo, rumores e vazamentos já começaram a trazer detalhes dos principais lançamentos das fabricantes para o mercado de smartphones no próximo ano, estando entre os destaques o Snapdragon 895, novo processador topo de linha da Qualcomm.

A nova plataforma deve ser a primeira da empresa a adotar a nova arquitetura ARMv9, e alimentar a linha Redmi K50 da Xiaomi, bem como o Realme GT 2, esperados para estrear ainda no final de 2021.

Nesta semana, o chip high-end voltou a protagonizar rumores, desta vez oriundos do renomado leaker Ice Universe. Ao que parece, a plataforma deve atingir clocks significativamente mais altos que o antecessor, além de adotar um nome diferente do esperado.

Snapdragon 898 pode ser novo flagship da Qualcomm

Através da rede social chinesa Weibo, Ice Universe indica que a próximo plataforma premium da Qualcomm deve, na verdade, se chamar Snapdragon 898. Dessa maneira, a companhia seguiria o mesmo esquema de nome empregado com o Snapdragon 888, reforçando a ideia de que se trata do sucessor do atual processador topo de linha.

O leaker também sugere que a plataforma será realmente equipada com o recém-anunciado núcleo Cortex-X2 de máximo desempenho, que por aqui deve chegar aos 3,09 GHz, velocidade substancialmente mais alta que os 2,84 GHz estipulados para o Cortex-X1 no Snapdragon 888.

Segundo Ice Universe, o Snapdragon 898 chega com núcleo Cortex-X2 e clocks de até 3,09 GHz (Imagem: Reprodução/WCCFTech)
Segundo Ice Universe, o Snapdragon 898 chega com núcleo Cortex-X2 e clocks de até 3,09 GHz (Imagem: Reprodução/WCCFTech)

Diante disso, é possível que o desempenho da CPU apresente um salto notável entre gerações, quando adicionamos à conta as melhorias apresentadas pelo novo núcleo e o uso de uma litografia mais eficiente, de 4 nm. Ice Universe, no entanto, recomenda que observemos futuros vazamentos de outras fontes, para poder confirmar essas informações.

Ao que se sabe, o chip deve entregar uma configuração de CPU completamente nova — em vez de uma combinação no formato 1 + 3 + 4, o chip deve adotar o 1 + 3 + 2 + 2, com um núcleo Cortex-X2 de máximo desempenho, três Cortex-A710 de alto desempenho, dois Cortex-A510 de baixo consumo com clocks mais altos, e mais dois Cortex-A510 com clocks mais baixos.

Chip enfrentará competição acirrada com Exynos e MediaTek

Apesar das configurações promissoras, o suposto Snapdragon 898 não assumirá a liderança do ranking de desempenho com facilidade, como foi o caso das gerações anteriores. A Qualcomm enfrentará concorrência acirrada não apenas da Apple, como também da Samsung e até mesmo da MediaTek, que trarão inovações importantes aos próprios chips.

Além de também adotar os novos núcleos da ARM, o Exynos 2200 irá destacar pela presença de uma GPU AMD Radeon baseada em RDNA 2 (Imagem: Reprodução/Samsung)
Além de também adotar os novos núcleos da ARM, o Exynos 2200 irá destacar pela presença de uma GPU AMD Radeon baseada em RDNA 2 (Imagem: Reprodução/Samsung)

O próximo chip da gigante sul-coreana é o que mais chama a atenção — conhecido até o momento como Exynos 2200, a solução também utilizará os novos núcleos da ARM e a arquitetura ARMv9, destacando-se pela chegada de uma GPU da AMD, baseada na microarquitetura RDNA 2, com suporte a Ray Tracing e Variable Rate Shading (VRS) para aprimorar a performance.

Do lado da MediaTek, espera-se que a fabricante chinesa finalmente faça frente à linha Snapdragon 800 com o Dimensity 2000. O chip deve ser o primeiro do mercado a adotar a arquitetura ARMv9, sendo ainda pioneiro no uso do processo de 4 nm da TSMC, mais eficiente que o equivalente da Samsung, esperado para equipar o 898.

A MediaTek também deve se tornar uma oponente de peso para a Qualcomm em 2022, com o uso de tecnologias como o processo de 4 nm da TSMC (Imagem: Divulgação/MediaTek)
A MediaTek também deve se tornar uma oponente de peso para a Qualcomm em 2022, com o uso de tecnologias como o processo de 4 nm da TSMC (Imagem: Divulgação/MediaTek)

Rumores sugerem ainda que a companhia já estaria trabalhando em futuras soluções produzidas na litografia de 3 nm da TSMC, estando ao lado da Apple como uma das primeiras fabricantes a apostar na tecnologia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos