Mercado abrirá em 7 h 55 min
  • BOVESPA

    120.933,78
    -180,15 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.072,62
    -654,36 (-1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,00
    +0,62 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.772,40
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    55.324,69
    -1.728,04 (-3,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.250,50
    -48,45 (-3,73%)
     
  • S&P500

    4.163,26
    -22,21 (-0,53%)
     
  • DOW JONES

    34.077,63
    -123,04 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.000,08
    -19,45 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    29.105,73
    -0,42 (-0,00%)
     
  • NIKKEI

    29.086,72
    -598,65 (-2,02%)
     
  • NASDAQ

    13.916,25
    +19,00 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6907
    +0,0150 (+0,22%)
     

Snapchat e Instagram testam mais uma novidade inspirada no TikTok

Igor Almenara
·2 minuto de leitura

O Snapchat e o Instagram trabalham em um novo recurso para criação de vídeos curtos inspirado no TikTok. A ferramenta “Remix”, como foi nomeada em ambos os casos, é a solução das redes sociais semelhante aos duetos da plataforma da ByteDance e permite gravar um vídeo ao lado de outro publicado na rede para contextualização, como piadas, coreografias, reações e outras invenções.

A solução do Snapchat já é avaliada em testes com público e foi descoberta pelo programador Alessandro Paluzzi. A ferramenta permitiria que o usuário respondesse snaps diretos com um vídeo gravado junto da versão original, exatamente como nos duetos do TikTok.

"Pessoas que eu mencionar poderão compartilhar ou fazer Remix", registra o vazador que antecipou a novidade (Imagem: Reprodução/Alessandro Paluzzi)
"Pessoas que eu mencionar poderão compartilhar ou fazer Remix", registra o vazador que antecipou a novidade (Imagem: Reprodução/Alessandro Paluzzi)

Enquanto isso, no Instagram, o Remix seria uma adição ao Reels. Da mesma forma, o usuário poderia complementar um vídeo já gravado com uma criação própria, tal como acontece nos duetos — contudo, nesse caso, ainda mais parecido, considerando a proposta inicial do Reels.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O poder dos duetos

Graças aos duetos e várias outros recursos, o TikTok estabeleceu um sentimento “colaborativo” na criação de conteúdo na plataforma. Pessoas famosas que fazem vídeo por lá podem ter suas criações replicadas centenas ou milhares de vezes pelos seguidores, e criações que chamam a atenção acabam retornando para esses ídolos, que interagem com a sua comunidade.

Algumas das criações mais populares consistem em coreografias, reações ou piadas, todas no formato rápido e dinâmico do TikTok. Contudo, a cada momento uma nova onda surge na plataforma e dá novas finalidades às ferramentas de edição, incluindo os duetos.

Devido ao sucesso no TikTok, o formato passará por expansões em algum momento deste ano. Logo, os duetos poderão ser compostos por três participantes e terão outras divisões de tela, como o corte na horizontal e um layout para reações — e o Snapchat também já estaria de olho nesses modelos.

(Imagem: Reprodução/Alessandro Paluzzi)
(Imagem: Reprodução/Alessandro Paluzzi)

O Remix do Snapchat apresenta vários formatos para a divisão de telas e, curiosamente, todos eles foram mencionados como uma novidade vindoura no TikTok. Os vídeos podem ser gravados com divisão na horizontal, vertical ou em uma pequena janela, dando espaço para reações ou outras invenções.

Informações relacionadas ao limite de tempo não foram fornecidas, mas o aplicativo já mostra opções de privacidade que podem impedir que pessoas não mencionadas repliquem snaps em Remix. Apesar de estar sendo testada entre amigos, o Remix do Snapchat logo poderia ser expandido para outras áreas do aplicativo, como a aba Destaques, em que os vídeos ficam armazenados e podem ser assistidos quantas vezes quiser.

Ainda sobre o Remix do Snapchat, a companhia afirmou que testes estão acontecendo com uma seleção de usuários, mas não há previsão para o lançamento da ferramenta para todo o público. No Instagram, o recurso está em testes desde dezembro de 2020 e igualmente não tem previsão para sua estreia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: