Mercado abrirá em 5 h 8 min

Skins de Free Fire estarão na passarela do São Paulo Fashion Week

·3 min de leitura

Skins do jogo mobile Free Fire vão ganhar vida e serão exibidas na passarela da São Paulo Fashion Week (SPFW), o maior evento de moda do Brasil e um dos mais importantes do mundo. A coleção é uma parceria inédita entre a produtora do game, a Garena, o SPFW e o Banco Santander.

Ao todo, serão exibidas 20 skins, todas adaptadas para o mundo real e vestidas por modelos humanos. As roupas foram desenhadas pelo estilista Daniel Ueda, em conjunto com o também estilista Alexandre Herchcovitch. Para ajudar na adaptação, foram usados materiais como malha e moletom, além de peles falsas e telas tecnológicas vazadas.

(Foto: Divulgação/Garena)
(Foto: Divulgação/Garena)
(Foto: Divulgação/Garena)
(Foto: Divulgação/Garena)

Entre os trajes selecionados, estão:

  • Sakura;

  • Hip Hop;

  • Kit Angelical;

  • Hypado;

  • Sombra Roxa;

  • Rolezeiro;

  • Gola Alta;

  • T.R.A.P. Zika e Brabo;

  • T.R.A.P. Chavosa e Chavoso;

  • Coração Urbano;

  • Mano Milgrau;

  • Calça Angelical;

  • Gatitude;

  • Loucura Rebelde;

  • Espírito Púrpura

O Canaltech foi convidado pela Garena para uma coletiva de imprensa, e pôde conferir de perto duas skins nos Estúdios Quanta, em São Paulo (SP), local onde é transmitida a Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). O resultado é um look estiloso, que se inspira muito no que vemos na tela do celular, ao mesmo tempo em que traz referências da alta costura e do streetwear.

“A Garena acredita que os jogos são uma forma de arte e, por isso, queremos sempre fazer parcerias com outros projetos e formatos artísticos”, declarou,Fernando Mazza, head de operações da Garena no Brasil, durante o evento.

“O jogo virou estilo, virou moda. A moda está em tudo que consumimos hoje em dia, e não poderia ser diferente com o Free Fire”.

Já o criador da SPFW, Paulo Borges, revelou que trazer as skins do mundo virtual para o real foi um “trabalho gigantesco”, principalmente por conta “do desenho, da volumetria, do design de moda”. “É muito simbólico criar uma coleção das skins mais desejadas do jogo. Ninguém nunca fez isso”, disse.

“Os jovens, que formarão a próxima geração de consumidores, entendem a moda e a economia criativa de uma forma completamente diferente do que a anterior, de quando criamos a SPFW. Estamos desconstruindo a moda que conhecemos hoje, não só aqui, mas no mundo.”

(Imagem: Felipe Goldenboy/Canaltech)
(Imagem: Felipe Goldenboy/Canaltech)
(Imagem: Felipe Goldenboy/Canaltech)
(Imagem: Felipe Goldenboy/Canaltech)

“Não há nada mais inclusivo e democrático do que trazer a moda para o Free Fire e vice-versa”, afirmou Patricia Audi, vice-presidente executiva de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander Brasil. Por fim, Igor Puga, diretor de marketing e marca do banco, disse: “queremos respeitar o processo criativo dos games e reconhecer o talento dos que jogam Free Fire, o jogo que mais abraça todas as classes sociais do país”.

A 52ª edição da SPFW acontece entre os dias 16 e 21 de novembro. A coleção de skins de Free Fire será exibida na quarta-feira (17), às 19h30 (horário de Brasília). O desfile poderá ser acompanhado tanto presencialmente no Pavilhão das Culturas Brasileiras no Parque Ibirapuera, em São Paulo, ou digitalmente através das redes sociais do evento.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos