Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.471,92
    +579,70 (+0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.723,43
    -192,74 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,53
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.792,40
    -14,50 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    23.100,97
    -112,70 (-0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,20
    -2,02 (-0,38%)
     
  • S&P500

    4.145,19
    -6,75 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    32.803,47
    +76,65 (+0,23%)
     
  • FTSE

    7.439,74
    -8,32 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.201,94
    +27,90 (+0,14%)
     
  • NIKKEI

    28.175,87
    +243,67 (+0,87%)
     
  • NASDAQ

    13.216,50
    -110,50 (-0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2666
    -0,0739 (-1,38%)
     

Situação do emprego na China melhorou em junho, diz gabinete segundo mídia estatal

Distrito empresarial central de Pequim

PEQUIM (Reuters) - A situação do emprego na China melhorou em junho em comparação com abril e maio, e mais medidas serão tomadas para criar postos de trabalho, disse gabinete segundo a mídia estatal nesta quarta-feira.

"A situação do emprego em junho melhorou em relação a abril e maio, mas a tarefa de estabilizar o emprego ainda é pesada", disse o gabinete após uma reunião regular.

O governo publicará os dados de emprego de junho na sexta-feira.

A taxa de desemprego da China com base em pesquisa nacional caiu para 5,9% em maio, de 6,1% em abril, ainda acima da meta do governo para 2022 de menos de 5,5%.

A taxa de desemprego pesquisada em 31 grandes cidades subiu para 6,9% em maio, a mais alta já registrada.

A China se concentrará no apoio ao emprego e contará com métodos orientados para o mercado para criar mais postos de trabalho, o que ajudará a impulsionar o consumo e o crescimento econômico, disse o gabinete segundo a mídia estatal.

A China proibirá a discriminação contra pessoas infectadas pela Covid-19 e lidará seriamente com casos que envolvam tal discriminação, disse a mídia estatal citando o gabinete.

(Reportagem de Kevin Yao e redação de Pequim)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos