Mercado fechado

Sistema ofensivo da Ponte passa em branco mais uma vez na Série B

·1 minuto de leitura


Se por um lado a Ponte Preta pode ser orgulhar de ter conseguido segurar o ímpeto do Operário, equipe que está no G4 da Série B do Brasileirão, por outro a equipe segue com um problema considerável pensando na necessidade de recuperação no torneio.

>Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Isso porque, além de chegar a sexta rodada sem ter vencido uma partida sequer, o time acumulou o quarto compromisso consecutivo sem saber o que é balançar as redes adversárias.

Depois dos tentos feitos nas duas primeiras rodadas contra Brusque e Vasco, a equipe dirigida pelo técnico Gilson Kleina não marcou nas derrotas para Sampaio Corrêa, Cruzeiro, no Derby além do jogo da última terça-feira (22) contra a equipe paranaense.

Logo depois do apito final do último confronto, o meia Camilo falou quase que em tom de desabafo sobre a dedicação da equipe nos treinos e nas partidas apesar dos resultados não serem os desejados:

- A gente está trabalhando. A gente não está faltando com o empenho para que a gente possa sair desta situação. Hoje tivemos as melhores oportunidades. É continuar trabalhando, não desanimar que as coisas vão mudar.

Diante desse cenário, cresce a possibilidade de que a equipe titular acabe enfrentando mudanças pensando no próximo compromisso da temporada onde a Macaca vai até o Sul do país enfrentar o Brasil de Pelotas. O embate está agendado para ocorrer na próxima sexta-feira (25) às 19h (de Brasília).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos